Home Biologia > Ecologia > Conservação Ambiental

Conservação Ambiental

A conservação ambiental pode ser caracterizada como um conjunto de ações que visam ao uso consciente da natureza, respeitando, de forma harmoniosa, a renovação dos recursos naturais com sua utilização baseada na sustentabilidade.

A preservação ambiental, muitas vezes confundida com as ideias conservacionistas, protege a natureza de modo a deixá-la intacta, ou seja, sem a interferência humana.

O termo conservação ambiental é utilizado para expressar ideias de uso sustentável, por exemplo, da água e do solo, procurando garantir o equilíbrio entre as atividades humanas e a renovação dos recursos naturais.

Conservação da água

A água é um recurso renovável, e sua oferta na natureza é constante, em razão do ciclo hidrológico. Entretanto, o uso indiscriminado, o desperdício e a poluição dos rios, dos oceanos e dos aquíferos estão tornando-a, na forma utilizável pelo ser humano, escassa e sem qualidade.

A água é usada no abastecimento doméstico e industrial, na irrigação das lavouras, na produção de energia hidroelétrica, na navegação, na recreação etc., e seu consumo aumenta a cada ano. Atualmente, no Brasil e no mundo, a agricultura, essencial para o ser humano, é o setor que mais consome água.

Conservação ambiental.Segundo a Organização das Nações Unidas, aproximadamente 70% de toda água potável no mundo é utilizada para irrigação, e seu consumo deve aumentar em 50% até 2025. Será que teremos água suficiente para isso?

No Brasil, o índice de consumo de água nessa atividade chega a 72%. A indústria consome aproximadamente 22% da água, quase o triplo dos 6% de uso exclusivamente humano. O desperdício no Brasil também é preocupante e chega a ficar entre 50% e 70% nas cidades.

A conservação da água depende de seu uso consciente e sustentável. A seguir, algumas atitudes importantes nesse sentido.

  • Não tomar banhos demorados. Cinco minutos costumam ser suficientes para efetuar uma boa higienização.
  • Fechar a torneira do chuveiro na hora de se ensaboar e de passar o xampu e o condicionador, abrindo-a somente na hora do enxágue. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, um minuto de banho de chuveiro gasta aproximadamente 15 litros de água. Portanto, um banho de 20 minutos consome cerca de 300 litros de água potável.
  • Fechar a torneira da pia enquanto escova os dentes.

O consumidor consciente procura utilizar produtos produzidos por meios que pouco comprometem a quantidade, a qualidade e o ciclo dos recursos naturais. Isso faz as indústrias adequarem seus produtos e processos às ideias de sustentabilidade, contribuindo, assim, para a conservação da natureza.

Conservação do solo

O solo é um recurso importante para a manutenção da biodiversidade e para a produção de alimentos. Sendo assim, há diversas práticas e técnicas para sua conservação. As principais ações de conservação estão relacionadas à agricultura e à pecuária.

Na agricultura, por exemplo, aplica-se a rotação de culturas, uma técnica que visa diminuir a exaustão do solo e consiste em alternar, anualmente, espécies vegetais, numa mesma área agrícola. As espécies escolhidas devem ter, ao mesmo tempo, propósitos comercial e de recuperação do solo.

A rotação de culturas proporciona a produção diversificada de alimentos e outros produtos agrícolas. Se essa prática for adotada e conduzida de modo adequado e por um período suficientemente longo, ela melhora as características físicas, químicas e biológicas do solo, auxilia no controle de plantas daninhas, doenças e pragas, repõe matéria orgânica e protege o solo da ação dos agentes climáticos.

Quanto à pecuária, o manejo adequado dos animais, por exemplo, calculando-se corretamente a quantidade deles pela área de pasto, evita a compactação do solo.

O combate à erosão e ao assoreamento, a aplicação de curvas de nível, o reflorestamento e a preservação da vegetação nativa também são importantes para auxiliar na conservação do solo.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: