Home Biologia > Evolução > Primeiros Seres Vivos

Primeiros Seres Vivos

Não se sabe exatamente como eram os primeiros seres vivos. Acredita-se que eles eram microscópicos, muito parecidos com os mais simples microrganismos atuais.

Publicidade

A química explica como surgiram

Os cientistas, usando os conhecimentos da Química, o estudo dos vulcões e experimentos realizados em laboratórios, sugerem que os primeiros seres vivos surgiram em nosso planeta há cerca de 3,5 bilhões de anos, a partir de reações químicas ocorridas entre os gases que formavam a atmosfera primitiva, que era muito diferente da atual.

Foi em torno de 1920 que dois cientistas, o russo Aleksander Ivanovich Oparin (1894-1980) e o inglês John B. S. Haldane (1892-1964), lançaram uma hipótese para explicar a origem da vida.

Para eles, a atmosfera primitiva era composta dos seguintes gases: metano, amônia, hidrogênio e vapor d’água. Com a energia das descargas elétricas durante as tempestades e também da radiação ultravioleta proveniente do Sol (naquele tempo não havia ainda a camada de ozônio), os gases foram se combinando e originando substancias novas, inclusive substancias orgânicas que são encontradas no corpo dos seres vivos (açúcares e aminoácidos). Com a água da chuva, essas substancias caiam na crosta terrestre e eram arrastadas para os oceanos.

Nos oceanos, essas moléculas orgânicas foram se agrupando e formando aglomerados moleculares que ficaram conhecidos como coacervatos.

Surgimento dos primeiros seres vivos

Esses coacervatos conseguiam absorver e trocar substâncias com o meio externo. Mais tarde, adquiriram a capacidade de fazer cópias de si mesmos. Nesse momento, teriam surgido os primeiros seres vivos, que, apesar de primitivos, eram capazes de se reproduzir, dando origem a outros seres vivos.

Geração dos coacervatos: primeiro ser vivo
Os coacervatos eram formados por aglomerados de proteínas.

Ao longo de todo esse tempo, eles foram se modificando, evoluindo e originando a imensa variedade de espécies, inclusive o homem. A biodiversidade do planeta é sua maior riqueza.

Publicidade

Como eram os primeiros seres vivos

Os cientistas acreditam que esses seres vivos, a princípio, eram heterótrofos e se alimentavam das substâncias orgânicas que havia em abundância nos oceanos primitivos. Com isso, eles obtinham a energia necessária para os seus processos vitais, cresciam e se reproduziam.

Passados milhões de anos, a quantidade desses seres vivos aumentou muito, novas espécies foram surgindo e o estoque de alimento disponível tornou-se escasso para todos.

Evolução dos seres vivos

É provável que tenham surgido, por evolução, os seres autótrofos, isto é, capazes de produzir seus próprios alimentos utilizando a energia solar e substâncias simples como gás carbônico e água (fotossintetizantes) e, com isso, foram liberando oxigênio para a atmosfera.

Por meio dessa atividade, o oxigênio foi se acumulando na atmosfera, tornando-a mais semelhante à atual.

Desde o surgimento desses primeiros seres vivos, modificações têm originado diferentes espécies. Algumas delas existem até hoje; outras, já́ extintas, só́ foram conhecidas por meio de fósseis.

Tudo isso, descrito assim, de forma tão rápida, parece simples. Mas não podemos esquecer que a Terra tem 4,6 bilhões de anos e que os fósseis mais antigos são encontrados em rochas com cerca de 3,5 bilhões de anos. Isso quer dizer que a formação do primeiro ser vivo pode ter levado mais de um bilhão de anos!

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: