Home > Biologia > Genética > Clonagem Terapêutica

Clonagem Terapêutica

Quando as pessoas pensam em clonagem, logo pensam em duplicar um indivíduo, mas para os cientistas a clonagem Terapêutica tem fins diferentes, essa técnica é utilizada principalmente para produzir tecidos ou órgãos para transplante.

A técnica de clonagem Terapêutica abre uma perspectiva fantástica para futuros tratamentos, a principal vantagem é evitar a rejeição, já que a clonagem criaria por exemplo novos tecidos e até possíveis órgãos, seria possível por exemplo reconstruir a medula de alguém que fosse paraplégico.

Em alguns casos a clonagem Terapêutica não funciona, o doador por exemplo não poderia fazer a doação caso tivesse alguma doença genética, pois a mutação da doença estaria presente em todas as células do corpo.

Células-tronco

Existem dois tipos de células-tronco produzidas utilizando a técnica de clonagem Terapêutica:

Células-tronco Embrionárias

Essas células são as mais importantes e particularmente são usadas no desenvolvimento de diferentes tipos de tecidos ou restaurar a função de um órgão. As células-tronco embrionárias poderiam ser transplantadas para substituir as células mortas ou perdidas pela doença.

Células-tronco Adultas

Essas células não podem ser usadas em qualquer tecido, as células-tronco adultas são utilizadas apenas para os órgãos originais, por exemplo as células do fígado só servirão para o fígado, as células musculares só servirão para o músculo e assim por todos os órgãos e tecidos do corpo humano.

O procedimento para a clonagem terapêutica é igual aos estágios iniciais da clonagem para fins reprodutivos, o que difere é que não são introduzidos no útero para o desenvolvimento do embrião. Ela é produzida em laboratório para a produção de células para a formação de tecidos ou órgãos, essa técnica tem o objetivo de produzir uma cópia saudável dos tecidos ou órgãos saudáveis para a pessoa que necessitar.

Como funciona

– É retirado o óvulo sem núcleo
– Núcleo da célula somática retirada do doador
– Feito a fusão com células totipotentes
– Criado o blastocisto
– Cultura de células pluripotentes

Como funciona a clonagem terapêutica

Polêmica

A técnica de clonagem Terapêutica esbarra em algumas polêmicas em relação a ética médica, após coletar as células do embrião, o embrião seria descartado. Para muitos o embrião é considerado uma vida, mesmo que no início.

Benefícios

Em muitas doenças em que não há cura, como o Alzheimer, as células clonadas fariam uma reprogramação dos genes para melhorar a qualidade de vida do paciente. Veja mais benefícios da clonagem terapêutica:

– Capacidade de renovar as células que estejam danificadas;
– Possibilidade de aumentar o tempo e a qualidade de vida do indivíduo;
– Possibilidade de tratar patologias incuráveis;
– Possuí o mesmo ADN do receptor, diminuindo a taxa de rejeição em casos de transplantes;
– Possibilita casais inférteis a possibilidade de ter a fertilização.

Por: Rafael Queiroz

Veja também: