Home Biologia > Saúde > Desnutrição

Desnutrição

A desnutrição pode acontecer como resultado de pouca alimentação. Há um desequilíbrio entre aquilo de que o corpo necessita e os alimentos que são ingeridos.

Denomina-se desnutrição quando há deficiência de nutrientes.

Publicidade

A subnutrição acontece quando há ingestão de uma dieta pobre, má absorção dos alimentos ingeridos (no intestino) ou perda excessiva de nutrientes por diarreia ou sangramento e por insuficiência renal.

Quando comemos em excesso ou ingerimos vitaminas ou outros suplementos acima do normal, ocorre a hipernutrição.

O organismo com desnutrição passa por algumas fases:

Publicidade
  1. ocorrem alterações na quantidade de nutrientes no sangue e nos tecidos;
  2. acontecem alterações nas enzimas;
  3. ocorre o mal funcionamento dos tecidos e dos órgãos e posteriormente aparecem os sintomas da doença. Se persistir a desnutrição, ela pode levar o indivíduo à morte.

Pela produção das células no crescimento, o corpo necessita de mais nutrientes em determinadas fases, ou seja, na infância e na adolescência, ou mesmo durante a gravidez ou enquanto a mãe está amamentando. Quando atingimos a velhice, as necessidades alimentares são menores. Assim, podemos perceber que a subnutrição apresenta maior risco em determinadas fases da vida.

A subnutrição também ocorre em pessoas com doenças de longa duração no sistema digestório, em pessoas que fazem regime por longo tempo, pessoas com alimentação pobre em proteínas, nos dependentes ou usuários de álcool ou drogas.

As pessoas idosas também sofrem de subnutrição por apresentarem, muitas vezes, doenças crônicas, imobilidade ou mesmo incapacidade física ou mental. Assim, adquirem mais facilmente anemia e osteoporose.

Muitas crianças morrem ao redor do mundo por conta de quadros de desnutrição. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de um terço das mortes de crianças são por causa da desnutrição, apesar do grande número de programas e campanhas com o objetivo de acabar com essa situação.

Causas da desnutrição

Uma das causas segundo a OMS é o problema financeiro, impedindo as famílias de se alimentarem corretamente ou até de se alimentarem de qualquer forma. Além disso, a desnutrição pode ser causada pela falta de alimentos com valor nutritivo elevado, como é o caso das dietas pobres, e também pela falta de absorção desses nutrientes por parte do corpo.

Vários problemas de saúde podem comprometer o corpo e fazer com que esse quadro apareça. Alguns deles são infecções recorrentes, ou seja, que acontecem sempre. Também se pode apontar como gatilho da desnutrição quadros de diarreia, de malária e de pneumonia.

Dentre todos os nutrientes que faltam no corpo em casos de desnutrição, é possível destacar o ferro; o zinco; as vitaminas A, C, D e E; os ácidos graxos essenciais e o cálcio.

Tipos de desnutrição

É possível dividir a desnutrição em dois tipos diferentes: primária e secundária, sendo que o que distingue os dois tipos é a sua causa.

A desnutrição primária pode ser causada pela má alimentação, ou seja, pessoas que comem mal, que têm uma dieta pobre ou que comem em quantidades insuficientes. Já a desnutrição secundária acontece quando se tem uma absorção insuficiente de nutrientes, mas por conta de fatores externos, podendo haver gasto excessivo de energia e impedindo que a pessoa se alimente corretamente.

Dentre os motivos do segundo tipo estão doenças como o câncer, intolerâncias alimentares, alergias, anorexia ou disfunções na absorção de nutrientes pelo corpo. Outro fator que pode desencadear esse quadro é desmamar a criança antes do tempo de seis meses, pois o leite materno fornece nutrientes que são essenciais para a saúde do bebê, sendo difícil que se encontrem correspondentes na alimentação.

Sintomas

Nos adultos, os sintomas da desnutrição são cansaço, falta de energia, diarreia persistente, irritabilidade, dificuldade para se manter aquecido, falta de concentração, dificuldade para sarar de infecções depressão e feridas que demoram a cicatrizar. Já nas crianças, os sintomas são mudança de cor nos cabelos e na pele, não crescer na taxa que se espera e comportamento que muda, fazendo com que a criança fique letárgica ou irritada.

Tratamento

Os tratamentos para curar a desnutrição incluem educação alimentar e também dieta, sendo que o objetivo da dieta é a reposição e absorção dos nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo. Entretanto, para obter o efeito esperado, deve ser elaborada e acompanhada por um nutricionista ou nutrólogo.

Desnutrição no Brasil

O Brasil, assim como os demais países em desenvolvimento, apresenta uma pobreza acentuada, ocasionando a fome.

Dessa maneira, a população apresenta deficiência nutricional.

Sabemos que é direito de todos ter uma alimentação saudável, água potável e saneamento básico.

O Brasil é um país de contrastes e, mesmo apresentando grandes áreas férteis, dispondo de muitos recursos naturais e produzindo grande variedade de alimentos, enfrenta dois problemas sérios: a desnutrição e a obesidade, ambas causadas por inadequação nutricional.

A desnutrição ocorre pelo atraso no desenvolvimento de várias áreas e também porque as pessoas não possuem orientação correta. O Ministério da Saúde tem divulgado aspectos importantes para se obter uma alimentação adequada.

Os técnicos, conhecendo os alimentos ricos em vitaminas, proteínas e minerais, observam as preferências alimentares da comunidade e da região e passam a orientar grupos e famílias, buscando implantar hábitos corretos e propondo mudanças na alimentação.

Além do Ministério da Saúde, outros profissionais da saúde e da educação, bem como diversas organizações não governamentais com trabalho nessa área, contribuem para que a população se torne mais saudável.

A alimentação correta precisa ser variada, rica e adequada às necessidades de cada indivíduo, de acordo com sua idade, estado de saúde e trabalho que realiza.

Por: Gabriele Ferreira

Veja também: