Home Exercícios Resolvidos > Exercícios de Química > Equilíbrio Iônico – Exercícios

Equilíbrio Iônico – Exercícios

01. Considere uma solução saturada de cloreto de prata contendo corpo de fundo. Adicionando pequena quantidade de cloreto de sódio sólido, qual a modificação observada no corpo de fundo?

a) aumentará;
b) diminuirá;
c) permanecerá constante;
d) diminuirá e depois aumentará;
e) aumentará e depois diminuirá.

(UnB) A constante de dissociação dos ácidos em água (Ka) indica a força relativa dos ácidos.

De acordo com a tabela abaixo responda aos testes 02 e 03.

ácidos Ka (a 25°C)
H2S 1,0 x 10-7
HNO2 6,0 x 10-6
H2CO3 4,4 x 10-7
CH3COOH 1,8 x 10-5
C6H5COOH 6,6 x 10-5

02. (UnB) Qual o ácido mais forte?

a) H2S
b) HNO2
c) H2CO3
d) CH3COOH
e) C6H5COOH

03. (UnB)Qual o ácido mais fraco?

a) H2S
b) HNO2
c) H2CO3
d) CH3COOH
e) C6H5COOH

Observe a tabela abaixo e responda aos testes 04 e 05:

Ácido       Ki
a) Fluorídrico 6,7 x 10-4
b) Acético 1,8 x 10-5
c) Cianídrico 4,0 x 10-10
d) Sulfuroso (1 fase) 1,7 x 10-2
e) Carbônico (1 fase) 4,4 x 10-7

04. (USP) Qual dos ácidos acima é o mais forte?

a) a
b) b
c) c
d) d
e) e

05. (USP) Qual dos ácidos acima é o mais fraco?

a) a
b) b
c) c
d) d
e) e

06. (USP) O exame dos seguintes dados:

I.  [H3CNH3]+ [CN]- + HOH  ® HCN + [H3CNH3]OH
sal                                ácido                base

II. Constante de ionização    ácido …….. K1 = 5 x 10-10
base ………. K2 = 5 x 10-4

Permite concluir que, na dissolução em água, do composto [H3CNH3] CN, se obtém uma solução:

a) básica, porque K1 < K2
b) básica, porque K1 > K2
c) básica, porque K2 < K1
d) básica, porque K2 > K1
e) neutra, porque [ácido] = [base]

07. (ITA) Numa série de ácidos, chama-se de mais forte aquele que:

a) Reage mais rapidamente com metais.
b) Tem maior constante de dissociação.
c) Tem menor constante de dissociação.
d) Consome menos moles de NaOH por mol de ácido numa reação de neutralização.
e) Consome mais moles de NaOH por mol de ácido numa reação de neutralização.

08. (PUC) O ácido acético, em solução aquosa 0,02 molar e a 25° C, está 3% dissociado. Sua constante de dissociação, nessas condições, é aproximadamente:

a) 1,8 x 10-5
b) 1,2 x 10-4
c)  2,0 x 10–2
d)  3,6 x 10-2
e)  6,0 x 10–2

09. (UnB) Calcular a concentração molar de um ácido cianídrico cujo grau de dissociação é 0,01%.
Dado: KiHCN = 10-9

10. (PUC) Na temperatura ambiente, a constante de ionização do ácido acético é 1,80 x 10-5. Qual é a molaridade da solução onde o ácido se encontra 3% dissociado?

a)  1,94 x 10-2 molar
b) 3,00 x 10-2 molar
c) 5,82 x 10-4 molar
d) 5,40 x 10-5 molar
e) 6,0 x 10-7 molar

Leia o artigo: Equilíbrio Iônico

 

Respostas:

01. A 02. E 03. A 04. D
05. C 06. A 07. B 08. A

09. 0,1 M

10. A