Home Física > Física Nuclear > Princípio de Exclusão e Spin

Princípio de Exclusão e Spin

Princípio de Exclusão, em física, princípio fundamental, segundo o qual duas partículas elementares de spin semi-inteiro, por exemplo, elétrons, não podem ocupar o mesmo estado quântico (estado de energia) em um átomo. O princípio explica as regularidades da lei periódica. Foi formulado em 1925 pelo físico e matemático suíço de origem austríaca Wolfgang Pauli.

Publicidade

De acordo com a teoria quântica, os estados possíveis dos elétrons no átomo especificam-se por quatro números discretos, chamados números quânticos. Estes números quânticos não podem repetir-se em um mesmo átomo.

Princípio não apenas se aplica aos elétrons dos átomos, mas também aos que se deslocam através da matéria na forma de corrente elétrica.

Publicidade

Spin, momento angular intrínseco de uma partícula subatômica. Na física atômica e de partículas, existem dois tipos de momento angular: o momento angular de spin e o momento angular orbital. O spin é uma propriedade fundamental de todas as partículas elementares e existe ainda que a partícula não se mova; o momento angular orbital se deve ao movimento da partícula. O momento angular total de uma partícula é uma combinação dos momentos angulares orbital e de spin. A teoria quântica afirma que o momento angular de spin só pode assumir determinados valores discretos. Esses valores discretos se expressam como múltiplos inteiros ou semi-inteiros da unidade fundamental do momento angular, h/2ð, onde h é a constante de Planck.

spins opostos
Princípio da exclusão de Pauli: Cada estado ou orbital eletrônico pode comportar um máximo de dois elétrons, que devem possui valores de spins opostos.

 

Autoria: Marcelo Grotti