Alergista

Este é o profissional que orienta a população sobre todo o processo de prevenção e tratamento das reações imunológicas. 

Publicidade

As alergias são consideradas para pessoas leigas como patologias graves, mas são causas de muitas mortes no Brasil. Estas doenças são geradas por reações de defesa do organismo contra os agentes externos. Apesar de suas causas não serem totalmente esclarecidas, estas são relacionadas provavelmente com um aumento dos poluentes e diversos problemas por parte da urbanização.

Todas as pesquisas neste tipo de área vêm avançando cada vez mais rápido nos últimos anos, e ainda novos fatores são associados a alergias, como predisposição genética. Levando isto em conta atualmente é possível tratar e ainda prevenir de forma adequada estes tipos de patologias, para que os números de casos mais graves possam ser diminuídos.

Quem quer se dedicar a área, precisa pensar em fazer isto fora do eixo Rio e São Paulo. Tudo porque mais da metade dos profissionais podem ficar concentrados nesta região. As outras regiões do país possuem uma carência deste tipo de especialidade.

Alergista

Publicidade

Como está o mercado para estes profissionais?

O mercado de trabalho para estes profissionais está muito em alta. E com isto a incidência das doenças alérgicas vem cada vez mais crescendo no Brasil, e o número dos médicos com esta especialidade é bem pequeno com relação a toda esta demanda. A partir disto quase 50% destes profissionais se concentram no sudeste, e por isso outras regiões são carentes deste profissional.

Entre as opções de trabalho estão:

A atuação em consultórios próprios, hospitais, clínicas, ambulatórios ou ainda postos de saúde.

Se dedicar exclusivamente as pesquisas em instituições públicas ou de cunho privado, como a indústria farmacêutica onde pode-se exercer também a função de consultor técnico.

A remuneração oferecida em média é de R$ 2100 mensais, para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais.

A formação ocorre da seguinte forma, são 12 semestres na área de medicina, e mais ou menos dois ou três anos de residência em áreas de alergia e imunologia.

As melhores instituições que oferecem este curso são:

UFBA-Salvador/BA; UnB-Brasília/DF; Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia-Vitória/ES; UFG-Goiânia/GO; UFMG-Belo Horizonte/MG; UFPE-Recife/PE; UFPR-Curitiba/PR; UFRJ-Rio de Janeiro/RJ; UFRGS-Porto Alegre/RS; UFSC-Florianópolis/SC;