Home Guia de Profissões > Cientista da Computação

Cientista da Computação

Para encarar os desafios do mercado, é preciso fazer estágios em empresas de tecnologia e saber trabalhar em equipe.

A formação desse cientista lhe permite dedicar-se a um amplo leque de atividades na área da informática. Ele deve possuir não só conhecimentos teóricos abrangentes e aprofundados da computação, necessários para a construção de equipamentos e dispositivos (os chamados hardwares), como também afinidade com o setor operacional, para o desenvolvimento de bancos de dados, planilhas, sistemas operacionais, ambientes de rede, programas de multimídia (os softwares).

O cientista da computação é um profissional privilegiado, pois dificilmente fica sem trabalho. Seu campo de atuação é extenso e está em franco crescimento. No início da década de 1990, quando a informatização chegou para valer ao Brasil, existiam poucos profissionais dessa área no mercado. Muitos deles não possuíam cursos especializados nem formação superior, devido exatamente a essa pouca competitividade. Hoje a situação é muito diferente, e os profissionais mais qualificados têm tido a preferência na hora de arrumar emprego. A vantagem de quem possui o curso superior em Ciência da Computação é o domínio mais aprofundado dessa área de conhecimento sobre os demais cursos oferecidos, como o que forma analista de sistema. O cientista da computação pode atuar em desenvolvimento de projetos de sistemas administrativos e financeiros, na automação de escritórios, em projetos científicos e até mesmo em análise de sistemas.

O mercado de trabalho está em alta em algumas regiões, principalmente no Norte e Nordeste, onde desde o início dos anos 2000, a informatização vem se expandindo e há demanda por profissionais. Na região Sudeste, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, o mercado é muito competitivo e as boas vagas são muito disputadas. Ciência da Computação

Mercado

Em alta. O campo de trabalho dos cientistas da computação é um dos mais promissores, pois hoje quase todos os setores da atividade econômica são informatizados e necessitam desses especialistas.

Opções de trabalho

O cientista da computação pode desenvolver hardwares e softwares, montar sistemas de rede em empresas; atuar como auditor, descobrindo erros em sistemas operacionais de grandes empresas, como bancos.

Remuneração

Salário médio inicial: R$ 2.800,00.

Formação

8 a 10 semestres, de acordo com a universidade.

Bacharelado em Ciência da Computação: Ufal-Maceió/AL; UCSal-Salvador/BA; UFC-Fortaleza/CE; UCB-Brasília/DF; Ufes-Vitória/ES; UCG-Goiânia/GO; UFV-Viçosa/MG; Unicap-Recife/PE; Unipar-Toledo/PR; UCP-Petrópolis/RJ; PUC-Porto Alegre/RS; Unisul-Tubarão/RS; Unit-Aracaju/SE; Unesp-Rio Claro/SP; Unicamp-Campinas/SP; USP-São Paulo/SP; PUC-Belo Horizonte/MG; PUC-São Paulo/SP; PUC-Rio de Janeiro/RJ; PUC-Curitiba/PR; PUC-Poços de Caldas/MG; Unesp-São José do Rio Preto/SP; Unesp-Bauru/SP; UFSCar-São Carlos/SP; UFMG-Belo Horizonte/MG; UFPE-Recife/PE; UFRGS-Porto Alegre/RS; USP-São Carlos/SP; UFCG-Campina Grande/PB; UFRJ-Rio de Janeiro/RJ; UFSC-Florianópolis/SC; UFSM-Santa Maria/RS; Unisinos-São Leopoldo/RS; UFF-Rio de Janeiro/RJ; UFPB-João Pessoa/PB; UFPR-Curitiba/PR; UFU-Uberlândia/MG; UnB-Brasília/DF; Unip-São Paulo/SP; UVA-Rio de Janeiro/RJ.