Home Informática > Tabelas Cruzadas e DrillDown

Tabelas Cruzadas e DrillDown

1. TABELAS CRUZADAS

A Tabulação Cruzada é uma forma muito básica e simples de análise de dados, bem conhecida em estatística. Uma tabulação cruzada de 2 dimensões é semelhante a uma planilha do Excel, com ambos os cabeçalhos de linhas e colunas como atributos. As células na extensão representam uma ação agregada. Muitas tabelas cruzadas são freqüentemente equivalentes a um gráfico de barras de 3 dimensões, o qual expõe somas totais de co-ocorrências.

Uma tabulação cruzada poderia ser vista como se segue:

Tabela cruzada

Quando lidando com números pequenos de valores não numéricos, as tabulações cruzadas são suficientemente simples para se usar e encontrar relações lógicas condicionais.

A partir dos dados gerados nas tabelas cruzadas são aplicados os Agentes, que executam operações verticais na tabela, obtendo afirmações de impacto e as Redes de Confiança, que executam operações horizontais, produzindo probabilidades.

Segue abaixo um exemplo de como funcionaria uma tabela cruzada:

Funcionamento de uma tabela cruzada Podemos observar na figura que está sendo feita uma pesquisa onde serão cruzados os valores Empresa X Grupo de Clientes, ou seja, será feito um filtro cruzando as informações sobre as compras dos clientes relativas a cada empresa, com o resultado demonstrado na figura 2:

Filtro

Observa-se na figura 2 exatamente a quantidade que foi faturada por cada cliente relativa a cada uma das empresas. O que o filtro foi fazer foi buscar o faturamento de cada empresa com as compras de cada cliente e cruzar as informações em uma mesma tabela, trazendo informações mais precisas e consistentes, facilitando a visualização de resultados e a tomada de decisões.

2. DRILL-DOWN

Consiste em fazer uma exploração em diferentes níveis de detalhe das informações. Com o Drill Down você pode “subir ou descer” dentro do detalhamento do dado, como, por exemplo, analisar uma informação tanto diariamente quanto anualmente, partindo da mesma base de dados.

Em um desktop, seria acessar pastas hierarquicamente procurando um arquivo específico. Em uma base de dados seria acessar a informação iniciando em uma categoria geral e ir caminhando hierarquicamente de campo a arquivo a registro.

O Drill-Down ocorre quando o usuário aumenta o nível de detalhe da informação, diminuindo o grau de granularidade.

Um exemplo seria quando o usuário clica na letra “F” indicando o sexo feminino e então seriam apresentados todos os nomes das mulheres atendidas;

Podemos observar na figura abaixo um exemplo de Drill-Down aplicado sobre a pesquisa da Figura 2 (Informações Cruzadas):

Drill-Down

Observa-se na figura que foi aplicado um Drill-Down sobre a consulta da Figura 2, sobre a empresa 2, demonstrando os itens que foram comprados pelos clientes resultando naquele faturamento, ou seja, de uma informação bruta, onde tínhamos apenas valores totais, aumentamos o grau de detalhamento e podemos ver de onde vem os valores.

Por: Elisson Oliveira Lima