Home » Inglês » Verbos em Inglês

Verbos em Inglês

Classificação e formação

Os verbos em inglês, quanto à forma, podem ser classificados, para fins didáticos, em Regulares, Irregulares e Anômalos.

São regulares os que formam o Pretérito e o Particípio Passado pelo acréscimo de -ed ou -d, como:
Call - called - called (chamar)
Move - moved - moved (mover)

Os que não formam o Pretérito e o Particípio Passado pelo acréscimo de -ed ou -d são irregulares:
Sing - sang - sung (cantar)

São chamados anômalos os verbos que não formam a 3ª p. do sing. do Presente do Indicativo pelo acréscimo de -s ou -es, como:
may (poder),
can (poder),
must (precisar), etc.


Verbos Irregulares  

Os verbos irregulares do inglês são todos aqueles verbos que não seguem a regra geral de formação do Passado e do Particípio Passado. A formação do Past e do Past Participle, de acordo com a regra geral, que se aplica a todos os demais verbos, se dá através do sufixo -ed. Portanto, todo verbo que não seguir este padrão, será classificado de irregular. 

É interessante notar que a irregularidade dos verbos em inglês manifesta-se apenas nas formas do Past e do Past Participle, e não na conjugaçãoo dos mesmos, como em português. Os únicos verbos do inglês que têm também uma conjugação irregular são o verbo to be e os verbos auxiliares modais (can, may, might, shall, should, must, etc.).

É interessante notar também que, com relação a freqüência de ocorrência, o Past é mais importante para o aluno do que o Past Participle. Enquanto que o Past representa uma das estruturas gramaticais básicas, o Past Participle ocorre apenas no Perfect Tense, na formação da Voz Passiva  e na forma adjetivada do verbo. Exemplos:

Have you heard the news? - Perfect Tense

Toyotas are made in Japan. - Passive Voice

English is a widely spoken language. - Adjective

Classificamos as formas irregulares dos verbos como uma questão de vocabulário, uma vez que as mesmas não interferem na estruturação das frases; e do ponto de vista do aprendizado, o aluno deve assimilar essas formas da mesma maneira que assimila vocabulário.

Base          Past               Past                 Portuguese
 Form        Tense           Participle          Translation
 arise          arose            arisen                 surgir, erguer-se
 awake        awoke           awoken               despertar
 be              was, were      been                  ser, estar
 bear           bore              borne                 suportar, ser portador de
 beat           beat              beaten                bater
 become      became        become               tornar-se
 befall          befell            befallen               acontecer
 beget         begot            begotten, begot    procriar, gerar
 begin         began            begun                 começar
 behold       beheld           beheld                 contemplar
 bend          bent              bent                    curvar
 bet            bet                bet                      apostar
 bid             bid                bid                      oferecer, fazer uma oferta
 bind           bound            bound                 unir, encadernar, obrigar-se
 bite            bit                 bitten                  morder
 bleed         bled               bled                    sangrar, ter hemorragia
 blow          blew               blown                  assoprar, explodir
 break         broke             broken                 quebrar
 breed         bred               bred                    procriar, reproduzir
 bring          brought          brought                trazer
 broadcast  broadcast       broadcast             irradiar, transmitir
 build          built               built                    construir
 buy            bought           bought                 comprar

 

Conjugação do verbo TO HAVE  (ter)


 



O Verbo Anômalo e Defectivo To May
(poder)

1ª) O verbo anômalo e defectivo may, Past - might, exprime:

      I - Permissão:
           May I open the window? Posso abrir a janela?

      II - Possibilidade, probabilidade:
           It may rain, pode chover.

2ª) May , quando exprime probabilidade, equivale a perhaps, talvez:
It may be true, pode ser verdade (=perhaps it is true, talvez seja verdade).

3ª) May e might podem ser usados em construção equivalente ao subjuntivo para exprimir um porpósito, uma aspiração, uma esperança:
May he rest in peace, que ele repouse em paz.
I trust (ou hope) that he may like this one, espero que ele goste deste.
He works six hours a day so that he may finish the book in three months, ele trabalha seis horas por dia para que termine o livro em três meses.
I sent him a telegram so that he might come in time, mandei-lhe um telegrama para que ele viesse a tempo.
May your dreams come true, que ele repouse em paz.

4ª) As formas defectivas de may são supridas por to be allowed, to be permitted, ser permitido:
He will be allowed to go twice a week, ele poderá (ser-lhe-á permitido) ir duas vezes por semana.

5ª) Might é muitas vezes usado como forma polida ou cerimoniosa de fazer um pedido, sem referência alguma ao passado:
Might I use your pencil? Posso usar seu lápis?

Obs.: Em - You may (might) help me to carry the valises, você pode (podia, poderia) ajudar-me a carregar as valises, a construção é menos imperiosa que - Help me to carry the valises ajude-me a carregar as valises. Convém lembrar que em inglês americano 0 - to é, geralmente, omitido.

6ª) Para exprimir pouca probabilidade, o uso de might é preferível ao de may
Do you think he will come? - Well, he might come, but I don't think he will.
Você acha que ele virá? - Bem, ele pode vir, mas não creio.

7ª) Somente em discurso indireto usa-se might para exprimir permissão:
I told them they might come, eu lhes disse que podiam vir.

8ª) Para revelar uma intenção ou sugerir a prática de determinada ação, é comum o emprego de may (might) as well:
I may (might) as well postpone the trip, eu bem podia (poderia) adiar a viagem.

9ª) May (might) just as well implica, geralmente, uma desaprovação:
You might just as well have sent a letter, você bem (ao menos) podia (poderia) ter enviado uma carta.

10ª) May e might não são usados na interrogativa para exprimir probabilidade ou possibilidade, mas sim - to think, to be likely e can:
Do you think he is waiting for us? Você acha que ele nos está esperando?
Is that likely to happen?? É possível (provável) que isso aconteça?
Can this statement be true? Poderá esta declaração ser verdadeira, será verdadeira esta declaração?

11ª) Se desejamos exprimir probabilidade ou possibilidade na negativa, comumente empregamos - can:
He may have answered some of the questions, but he cannot have answered all of them, ele pode ter respondido a algumas das perguntas, mas não pode ter respondido a todas.

Obs.: May é raramente empregado na negativa:
         He may or may not agree with you, ele pode ou não concordar com você,
         ele pode concordar ou não com você, ele pode concordar com você ou não.


  Conjugação do Verbo To May (poder)


O Verbo Anômalo e Defectivo To Must
(precisar, dever, ter de)

1ª) O verbo anômalo e defectivo must é usado no presente e no futuro. Must pode exprimir ordem, necessidade, obrigação, dever, conveniência, conclusão, suposição ou conselho enfático. Exemplos:

     You must come at once (= I want you to come at once), vem imediatamente.
     I must go home (= I have got to go home), preciso ir para casa.
     You must obey your parents, deves obedecer a teus pais.
     You must follow your doctor's advice, deves seguir o conselho de teu médico.
     You must consult a good lawyer, deves consultar um bom advogado.
     He has written fifty pages; he must be tired, ele escreveu cinqüenta páginas; deve estar cansado.
     It is dinner-time; he must be at home, é hora de jantar; ele deve estar em casa.
     He must be ill; he hasn't come to his office today, ele deve estar doente; não veio ao escritório hoje.

2ª) Diferença entre must e have to na afirmativa:

      You must pay him what you owe him, precisas pagar-lhe o que deves (ordem de quem fala).
     You have (got) to take a car in order to arrive in time, precisas tomar um carro para chegar a tempo (as circunstâncias o exigem).

OBSERVAÇÕES

A forma negativa mustn't (must not) é empregada para exprimir uma proibição ou fazer uma advertência:
Visitors must not feed the animals, os visitantes estão proibidos de dar alimento aos animais.
You mustn't miss the 10 train, não percas o trem das 10.

 

Os Verbos: Need / Dare / Let / Used to

NEED

Need exprime necessidade e se apresenta ora como verbo regular, ora como verbo anômalo.

I - Como verbo regular, significa precisar e é seguido de Infinitivo com to:
     I shall need to como here again, precisarei vir aqui outra vez.
     He doesn't need to work today, ele não precisa trabalhar hoje.

Need também significa precisar de, necessitar de, requerer:
     He doesn't need a new hat, ele não precisa de um chapéu novo.
     He needs a good rest, ele precisa de um bom descanso.

II - Como verbo anômalo, é seguido de Infinitivo sem to e só é usado em interrogações e negações:
     He needn't come this week, ele não precisa vir esta semana.
     Need he work now? Precisa ele trabalhar agora?

OBSERVAÇÃO:

O emprego de need afirmativamente só é permitido:
        a) Depois de palavra que exprima dúvida.
        b) Depois de palavra meio negativa, como hardly, scarcely, etc.
        c) Depois de verbo na forma negativa.

 Must, it is necessary e have to podem, em linguagem coloquial, substituir need nas afirmações:

     He must go, ele precisa ir.
     It is necessary for him to go, é necessário que ele vá.
     You must (have to) stay here for two hours, precisas permanecer aqui por duas horas.
     Need you stay here? Yeas, I must, precisas ficar aqui? Sim, preciso.

Uso de Need not e Must not

     You need not come today, não precisas vir hoje, não é necessário vires hoje (tua vinda é desnecessária).
     You must not come today, não deves vir hoje (tua vinda seria inconveniente).


DARE

Dare significa desafiar, ousar, atrever-se, poder, ser permitido.

I - Dare, desafiar, é sempre regular e seguido de infinitivo com to.
     He dared you to repeat what you had said, ele te desafiou a repetir o que havias dito.

II - Com o significado de ousar, atrever-se ou poder (ser permitido), dare é quase sempre um verbo anômalo e defectivo e é seguido de infinitivo sem to.
     He dare not (daren't) come, ele não ousa vir.
     Dare I come in? Posso entrar?

Se usado como verbo regular na interrogativa ou na negativa, dare é auxiliado por do e seguido de infinitivo com ou sem to:
     Don't dare (to) come, não ouses vir.

OBSERVAÇÕES:

1ª. Como verbo anômalo, dare é geralmente empregado em orações negativas, interrogativas, dubitativas ou condicionais.

2ª. Dare, verbo anômalo, só é usado afirmativamente quando em resposta a uma pergunta:
Dare he go now? Of course he dare, ousa ele ir agora? É claro que ousa.

3ª. Dare é também empregado como anômalo, quando seguido de hardly, never ou scarcely:
He dare hardly open his mouth in the presence of strangers, ele mal (dificilmente, raramente) ousa abrir a boca em presença de estranhos.

4ª. I dare say tem dois usos idionáticos:

    a) supondo:
     I dare say he'll come later tonight, suponho que ele virá (é possível que ele venha) mais tarde esta noite.

    b) Acredito, mas isso não me interessa, não vem ao caso:
     I dare say that may often happen in many countries, but never in Brazil, acredito que isso freqüentemente aconteça em muitos países, mas nunca no Brasil.

5ª. Em orações iniciadas com how é mais freqüente a construção sem o auxiliar do:
How dare you say such a thing? Como ousas dizer tal coisa?


LET
 

1) Let é usado como auxiliar para formar um Imperativo indireto na 1ª e 3ª pessoas:

    Let us go, vamos.
    Let them come, que eles venham.

2) Let, como verbo principal, é irregular (let, let, let) e significa:

    a) Deixar, permitir:
        He let the boy play, ele deixou o menino brincar.
        He did not let me go, ele não me deixou ir.

    b) Alugar:
        He let his home to Mr. Ross, ele alugou sua casa ao Sr. Ross.
        This house is to let, esta casa está para alugar, aluga-se esta casa.

3) Emprego de let em algumas expressões idiomáticas:

        Let by, deixar passar.
        Let down easy, recusar com delicadeza.
        Let drive, dar uma bofetada; arremessar alguma coisa.
        Let go, soltar; vociferar.
        Let know, informar.
        Let one have it, espancar alguém.
        Let someone down, não cumprir o prometido; deixar alguém na mão.
        Let somebody off, desculpar alguém; não punir alguém.
        Let out at, dar uma violenta bofetada, um pontapé, um coice, etc.; (fig.) usar linguagem violenta.
        Let oneself go, descontrolar-se; desmazelar-se.


USED TO

1ª) Used, seguido de to e infinitivo , exprime um estado ou uma ação que eram constantes no passado e não o são mais:

    He used to live here, ele morava aqui.
    There used to be a school in this street, havia uma escola nesta rua.
    He used to work till late in the night, ele habitualmente trabalhava até tarde da noite.

OBSERVAÇÕES:

1ª. Used to, em combinação com be, é seguido da forma verbal em -ing:
     He was used to be working till late in the night.
     Ele estava acostumado a trabalhar até tarde da noite.

2ª. As formas interrogativas e negativas dispensam o auxílio de did:
     Neg.: I used not (usedn't), you used not, etc.
     Int.: Used I? Used you? etc.
     Int.- neg.: Usedn't I? Usedn't you? etc.

Há contudo, uma tendência para uso de did como auxiliar na língua falada:
     Did he use to ...? He didn't use to ...

2ª) Embora would tenha emprego equivalente ao de used to para exprimir estado ou ação que existiram no passado e não mais perduram, há entre os dois auxiliares pequenas diferenças que convém lembrar:

I - Would pode ser usado para exprimir um hábito no passado desde que se especifique a época:
    When he was a boy he would swim every morning, quando menino, ele nadava todas as manhãs.

II - Would não pode ser empregado com verbo que não exprima ação, i.e., não podemos dizer:
     When I was a boy I would like fireworks, mas sim:
     When I was a boy I used to like fireworks quando menino, eu gostava de fogos de artifício.

III - Would sugere interesse pessoal, consentimento ou ação voluntária, ao passo que used to pode ser meramente objetivo.

IV - O estado ou ação expressos por Would podem ser momentâneos, mas used to geralmente faz supor apreciável duração.

V - Used to não denota forçosamente repetição, recorrência de ação.

Veja também: Adjetivo em Inglês


Comente!

Receba novidades

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados: Proibida a reprodução sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)

O Cola da Web auxilia sua vida escolar e acadêmica ajudando-o em suas pesquisas e trabalhos. O Cola da Web NÃO faz a venda de monografia e É TOTALMENTE CONTRA a compra de trabalhos prontos, assim como, NÃO APOIA e NÃO APROVA quem deseja comprar Trabalhos Prontos, por isso nós incentivamos o usuário a desenvolver por conta própria o seu trabalho escolar, TCC ou monografia.
R7 Educa‹o