Home Português > A Variação Linguística no Dia a Dia

A Variação Linguística no Dia a Dia

Uma língua pode ser falada e escrita de maneiras distintas, recebendo o nome de “variedades lingüísticas”, apresentadas de acordo com as condições sociais, culturais, regionais e históricas em que é utilizada.

Publicidade

Pode ser causada por fatores externos à língua, como por exemplo, uma pessoa que mora na região sul do Brasil fala diferente de uma que mora na região nordeste, assim como, as pessoas que são de classes sociais diferentes também falam de maneira distinta, de acordo com seu status.

A língua pode sofrer variação de acordo com a situação em que é empregada, a região em que é utilizada, o grau de escolaridade do falante, a intenção de quem a utiliza, a quem se destina a mensagem e a condição social de quem faz uso da língua.

A variedade pode acontecer por traços lingüísticos, seja a pessoa falar de acordo com seus hábitos, grupos ou modo de vestir, assim como, o próprio falante prestar atenção a sua fala e assim variar sua expressão verbal. Como exemplo, uma pessoa idosa não fala como uma criança ou um jovem.

Há também fatores internos que contribuem para essa variedade, nesse caso quando a gramática interior da língua sofre alterações, pois existem palavras que podem ser faladas de formas distintas e outras que não são permitidas. Por exemplo, a palavra “peixe” que pode ser falada eliminando ou mantendo a vogal, sendo pronunciada “pexe”.

É através das variações lingüísticas que se percebe a necessidade do ensino da língua respeitando essas variantes que advém de uma cultura já adquirida e que não deve ser modificada, apenas moldada para garantir a democratização do saber.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

MARTELOTTA, M.E. (Org.) et al. Manual de Lingüística. São Paulo: Contexto, 2008.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de lingüística geral. Tradução de Antônio Chelini, José Paulo Paes e IzidoroBlikstein. 27. ed.São Paulo: Cultrix, 1996.

FIORIN, José Luiz et al. Introdução à Linguistica. I. Objetos teóricos. 5. Ed. São Paulo: Editora contexto, 2006.

Por: Miriã Lira

Publicidade

Veja também: