Home Português > Diferenças entre complemento nominal e adjunto adnominal

Diferenças entre complemento nominal e adjunto adnominal

Provavelmente você já se questionou sobre a semelhança e as diferenças entre o complemento nominal e o adjunto adnominal, como também já enfrentou dificuldades em identificá-los nas orações. Portanto, este artigo pretende esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Publicidade

Henrique tem a amizade de Lia.

Henrique tem amizade por Lia.

Exemplos:Repare que dentre as orações citadas, o termo destacado na primeira refere-se a um agente (Henrique) que demonstra afetividade pelo outro (Lia). Portanto, ao exercer essa função, o elemento em destaque é identificado como adjunto adnominal. Já na segunda oração, o elemento “por Lia” é entendido como paciente, isto é, aquele que sofre a amizade de Henrique, então, desempenha a função de complemento nominal.

  1. A greve dos professores é pertinente. (adjunto adnominal)
  2. O apoio dos pais é essencial. (adjunto adnominal)
  3. O receio dos especialistas é de que se torne uma pandemia. (adjunto adnominal)
  4. O medo da AIDS tomou conta das pessoas. (complemento nominal)
  5. O apoio aos grevistas é importante. (complemento nominal)

Dica!

Para diferenciar o complemento nominal do adjunto adnominal é preciso reconhecer a que termo se relaciona. Será complemento nominal se o elemento se relacionar com adjetivo ou advérbio.

Publicidade

Exemplo de complemento nominal

Sempre que se relacionar com um substantivo concreto, o elemento será adjunto adnominal.

adjunto-adnominal

Exemplos:

Camisas de diversas cores foram usadas no desfile. (adjunto adnominal; refere-se ao termo camisas.)

Todos tinham muito apreço pelo escritor. (complemento nominal; refere-se ao termo apreço.)

Por: Miriã Lira

Veja também: