Home / Biologia / Evolução / Evolução Humana

Evolução Humana

É comum ouvir, em relação à teoria evolutiva, que “o homem descende do macaco”. Isso não está correto. O ser humano não descende de nenhuma espécie vivente de primata, ainda que seu parente vivo mais próximo seja o chimpanzé.

Uma história curta

A espécie humana, Homo sapiens, surgiu há apenas 100 mil anos. Mas seus antepassados mais remotos viveram há aproximadamente 4 milhões de anos.

A história da espécie é muito curta, se comparada com a da Terra. Para compreender esse fato, pode-se supor que a história da Terra se concentra em 24 horas. A Terra teria se formado à 0h; as primeiras evidências de vida apareceriam às 5h15. As 21h30, o mar estaria cheio de vida. Às 23h, apareceriam os dinossauros, que se extinguiriam às 23h42. Às 23h59, surgiriam os primeiros antepassados da espécie humana, e 1,7 segundo antes das 24 horas, apareceria a espécie humana.

A linha do tempo dos antepassados humanos

Atualmente, a família dos hominídeos engloba a espécie humana e os símios, como o chimpanzé, o gorila e o orangotango. Mas, no passado, existiram outros hominídeos, conhecidos somente pelos fósseis encontrados. Precisamente, uma das mais importantes jazidas arqueológicas é a Atapuerca, em Burgos.

Os fósseis indicam quando apareceram e quando se extinguiram as espécies anteriores ao ser humano. Assim, representando em um gráfico esses dados, pode-se obter dessa forma, uma linha do tempo.

Os mais antigos antepassados humanos pertenciam ao gênero Australopithecus. O gênero Homo, ao qual pertencem os seres humanos atuais, é mais recente. Nem todas as espécies que aparecem no gráfico são de antepassados do homem. Algumas delas correspondem a antepassados e outras são “espécies parentes”.

Além disso, a árvore genealógica do ser humano ainda não é definitiva. De tempos em tempos se descobrem novos fósseis que devem ser acomodados nela.

Gráfico da evolução humana

Principais antepassados da espécie humana

Antepassado humano - AustralopithecusAustralopithecus: 4,2-1,0 milhões de anos

Podiam caminhar erguidos, ainda que não por muito tempo. Estatura alcançava 1,5 m. Seu cérebro era pequeno e suas mandíbulas, grandes, comparadas ao crânio.
Alimentavam-se de frutos, sementes e raízes. Viviam na África, na savana ou em bosques abertos.


Fóssil do antepassado humano Homo HabilisHomo habilis1,9-1,8 milhão de anos

Também caminhavam erguidos. Seu cérebro era um pouco maior que o dos Australopithecus, suas mandíbulas grandes, em proporção com seu crânio.
Dieta carnívora. Habitavam a savana africana. Fabricavam ferramentas de pedra muito rudimentares.


Fóssil do antepassado humano Homo erectusHomo erectus1,8 milhão de anos – 300 mil anos

Sua postura natural era erguida. Seu cérebro era muito maior que o do Homo habilis, e sua mandíbula, um pouco mais reduzida.
Dieta onívora. Distribuição ampla: habitou zonas quentes e frias. Dominou o fogo e fabricou ferramentas um pouco mais elaboradas.


Fóssil do antepassado humano Homo neanderthalensisHomo neanderthalensis: 150 mil – 30 mil anos

Muito parecidos com os seres humanos atuais, ainda que com aspecto mais tosco. Seu cérebro era maior, e a mandíbula, mais forte. É uma espécie irmã da espécie humana atual, com a qual coincide.
Seu alimento principal era a carne. Viveu em zonas frias, inclusive na tundra. Foi o primeiro hominídeo a enterrar seus mortos.


Fóssil de ser humano atualHomo sapiens100 mil anos até a atualidade

Ser humano atual.

Onívoro. Conquistou todos os hábitats terrestres. Primeiro hominídeo que realizou manifestações artísticas.


Por: Renan Roberto Bardine

Veja também:

Veja também

evolucao-animais

Evolução dos animais

É provável que os animais tenham se formado a partir de um grupo de protoctistas ...

Comentários