Home Guia de Profissões > Cardiologista

Cardiologista

Esse profissional é especializado em cuidar de doenças de coração, veias e artérias. Tem como missão também ajudar os pacientes a prevenir tais problemas.

As doenças do coração estão entre as enfermidades que mais matam no Brasil. Nos grandes centros urbanos, onde as pessoas trabalham em ritmo acelerado e não encontram tempo para praticar exercícios físicos, os riscos de problemas cardiovasculares, como hipertensão, taquicardia e infarto são maiores ainda.

A cardiologia é o ramo da Medicina que estuda o funcionamento, a anatomia e as doenças do coração, das artérias, das veias e dos demais componentes do sistema cardiovascular. Por se tratar de uma especialidade médica que lida com altos riscos – afinal, o coração é um dos órgãos mais importantes do organismo –, o estudante de Medicina que deseja se aperfeiçoar nesta área deve dedicar-se com afinco aos estudos.

Para conseguir o Título de Especialista em Cardiologia (TEC) emitido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) – entidade responsável pela coordenação dos centros cardiológicos do país –, é necessário, primeiramente, cursar os seis anos da faculdade de Medicina. Depois, o aluno tem de fazer mais um ou dois anos de especialização em clínica médica e, ao final, prestar concurso para ingressar nos centros de residência de cardiologia reconhecidos pela SBC.

Ao passar no exame, ele iniciará um estágio de dois anos. Nesse período de estudo e especialização, o desempenho do futuro cardiologista será acompanhado pelo Fundo de Aperfeiçoamento e Pesquisa em Cardiologia (Funcor), órgão responsável pelo credenciamento dos cardiologistas no Brasil. Ao final, prestará um exame escrito e só aqueles que obtiverem 75% de aproveitamento na prova receberão o TEC. Cardiologista

Mercado

Estável. O número de vagas para residentes é limitado. Há demanda por essa especialidade, principalmente na área de medicina preventiva, nos grandes centros, ou na área de cardiologia geral, no interior de estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pernambuco.

Opções de trabalho

Atuar em clínicas e hospitais públicos ou privados, postos de saúde e convênios de saúde; montar o próprio consultório (particular ou conveniado); lecionar em cursos universitários (desde que tenha mestrado ou doutorado).

Remuneração

Salário médio inicial: 2.400,00 (20h/semana).

Formação

12 semestres de medicina + 2 a 4 semestres de clínica geral + 4 semestres de residência médica.

Bacharelado em Medicina: UFBA-Salvador/BA; UnB-Brasília/DF; Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia-Vitória/ES; UFG-Goiânia/GO; UFMG-Belo Horizonte/MG; UFPE-Recife/PE; UFPR-Curitiba/PR; UFRJ-Rio de Janeiro/RJ; UFRGS-Porto Alegre/RS; UFSC-Florianópolis/SC; Unicamp-Campinas/SP; USP-São-Paulo/SP; Unesp-Botucatu/SP; Unifesp-São Paulo/SP; USP-Ribeirão Preto/SP; Santa Casa-São Paulo/SP; Famema-Marília/SP; Famerp-São José do Rio Preto/SP; FFFCMPA-Porto Alegre/RS; PUC-Campinas/SP; PUC-Porto Alegre/RS; UEL-Londrina/PR; Uerj-Rio de Janeiro/RJ; UFF-Rio de Janeiro/RJ; UFU-Uberlândia/MG.

Residência em Cardiologia: HSI-Salvador/BA; Hospital de Base do Distrito Federal-Brasília/DF; HSFA-Belo Horizonte/MG; Hospital de Restauração-Recife/PE; Hospital de Cardiologia de Laranjeiras-Rio de Janeiro/RJ; IC/FUC-Porto Alegre/RS; Hospital Regional-Florianópolis/SC; Incor-São Paulo/SP, Unifesp-São Paulo/SP.