Home > Química > Química Geral > Leis das Combinações Químicas

Leis das Combinações Químicas

As combinações químicas mostraram a existência de certas relações matemáticas entre as quantidades de massas e volumes das substâncias que participam da reação. Estas relações começaram a ser notadas ao final do século XVIII e foram denominadas de Leis das Combinações Químicas.

Publicidade

Leis Ponderais e Leis Volumétricas

As relações entre as massas das substâncias que participam da reação são chamadas de Leis Ponderais, enquanto entre os volumes são chamadas de Leis Volumétricas.

Teoria de Dalton-Avogrado

Com os conhecimentos que existem atualmente, as Leis das Combinações Químicas tornam-se bastante evidentes. As fórmulas das substâncias, assim como as equações das reações, demonstram com muita clareza os enunciados dessas leis.

Publicidade

Combinações Químicas

Entretanto, quando foram anunciadas, ainda não havia sido estabelecida a teoria atômico-molecular de Dalton-Avogadro. Por isso, não haviam sido estabelecidos os conceitos químicos de átomo, massa atômica, molécula e massa molecular, assim como eram desconhecidas as fórmulas moleculares das substâncias. Como consequência, as reações não eram equacionadas como são atualmente.

Tudo isto acabou surgindo após ter sido estabelecida a teoria atômico-molecular de Dalton-Avogrado, teoria que explica justamente as Leis das Combinações Químicas.

As Leis das Combinações Químicas

Lei de Lavoisier: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Lei de Proust: “Uma determinada substância pura, qualquer que seja sua origem, é sempre formada pelos mesmos elementos químicos, combinados na mesma proporção em massa”.

Lei de Dalton: “Quando dois elementos químicos formam vários compostos, fixando-se a massa de um dos elementos, a massa do outro elemento varia numa proporção de números inteiros e, em geral, pequenos”.

Lei de Richter – Wenzel – Berzelius: “A proporção das massas, segundo a qual dois elementos B e C reagem entre si, ou é igual, ou corresponde a uma proporção de múltiplos e submúltiplos das massas com os quais cada um desses elementos reage separadamente com uma massa fixa de um outro elemento A”.

Lei de Gay Lussac: “Quando medidas nas mesmas condições de pressão e temperatura, os volumes dos reagentes e dos produtos gasosos, formam uma proporção constante de números inteiros e pequenos”.

Publicidade

Comentários