Biografias

Romero Brito – Biografia, características e crítica

Ícone da cultura pop moderna, Romero Britto é o artista mais jovem e mais bem-sucedido de sua geração. Suas obras alegres e coloridas chamam a atenção do público e transmitem a sensação de aconchego. Para muitos, suas obras são chamadas de “arte da cura” e estão espalhadas em mais de cem galerias nos cinco continentes.

Biografia

Esse artista brasileiro, nascido no estado de Pernambuco, é autodidata desde criança, e sua família, notando seu talento artístico, passou a incentivá-lo, presenteando-o com livros de arte para que ele estudasse. Aos 14 anos, vendeu sua primeira obra à Organização dos Estados Americanos. Viajou pela Europa, a fim de conhecer as obras que só conhecia nos livros. Lá entrou em contato com as obras de Matisse e Picasso, artistas que viriam a influenciar as características de seu trabalho, além dos norte-americanos Andy Warhol, Jasper Johns e Keith Haring.

Em 1989, um ano após mudar-se para Miami, foi escolhido, ao lado de Andy Warhol e Keith Haring, para realizar a ilustração da campanha publicitária da vodca sueca Absolut. A partir daí, ganhou fama. Em Miami, suas obras estão expostas em muitos lugares. No aeroporto de Miami, o visitante pode ver o trabalho do artista nos uniformes dos funcionários responsáveis pela imigração e, em sua loja neste aeroporto, as pessoas podem comprar produtos com suas estampas. Na entrada de Miami Beach, encontram-se uma escultura de 8 toneladas e 18 instalações de autoria do artista.

Com o passar do tempo, desenvolveu uma rede de relações influentes que colaboraram para que ele alcançasse o tão esperado sucesso e se tornasse conhecido e admirado por muitas pessoas, entre elas celebridades, astros musicais, atores, políticos e até a família real britânica.

Desenvolveu trabalhos para diversas marcas, como Coca-Cola, Volvo, Campari, Audi, Louis Vuitton, Disney e muitas outras. Seus projetos não se limitam aos Estados Unidos, eles estão espalhados pelo mundo todo.

Em 2007, ele criou a Fundação Romero Britto, por considerar que o papel do artista é ser um agente de mudanças positivas. Ele doa parte de seu tempo, arte e recursos para diversas organizações de caridade.

Obra de Romero Brito.
Obra de Romero Britto em exibição permanente no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York.

Características

O processo de criação de Romero Britto se dá ao som de música eletrônica e com o uso de uma variedade de tintas. Os esboços e as primeiras pinceladas são realizadas por ele, complementadas e finalizadas por seus assistentes, sob sua supervisão. Ao término da obra, ela é fotografada para ser utilizada em vários produtos, que recebem certificados de autenticidade assinados pelo artista.

Crítica

Muitos críticos não veem com bons olhos a arte realizada por ele, considerando-a apenas para fins comerciais. Mas o artista não se preocupa com essa questão. Ele acha que pode tornar sua arte mais próxima das pessoas que admiram seu trabalho por meio dos produtos que estampa, e busca resgatar no colorido a alegria e a simplicidade da infância.

Independentemente das polêmicas criadas em torno de sua arte, seus trabalhos alegram qualquer ambiente com seu colorido intenso e demonstram que não foram criados somente para ser observados, podendo facilmente ser incorporados ao dia a dia das pessoas. Segundo Romero Britto, “O mundo que pinto é uma explosão de otimismo e da felicidade que muitos de nós buscamos hoje em dia”.

Por: Wilson Teixeira Moutinho