Home Biologia > Histologia > Neurônios

Neurônios

As células fundamentais do tecido nervoso são os chamados neurônios, responsáveis por receber e conduzir os impulsos elétricos (nervosos).

Publicidade

Os neurônios são as principais unidades estruturais e fisiológicas do tecido nervoso. São células alongadas, divididas em três partes: corpo celular ou pericário, dendritos e axônio.

Os corpos celulares são encontrados na substância cinzenta do encéfalo, medula espinhal, gânglios nervosos e órgãos sensoriais. São indispensáveis ao crescimento, ao metabolismo geral e à regeneração das ramificações dos neurônios.

As lesões do corpo celular ou pericário são irreversíveis, deixando o local permanentemente afetado. As células nervosas são altamente especializadas. Após a vida embrionária, quando são formados, os neurônios não mais se dividem para substituir outros que venham a morrer naturalmente ou por algum acidente.

Neurônio
Figura ilustrando um neurônio. Cada célula possui um corpo celular, onde se encontram um núcleo e ramificações, os dendritos. O axônio estende-se desde o corpo celular e encontra-se envolvido pelas células de Schwann, separadas por espaços, os nódulos de Ranvier.

No corpo celular há um núcleo esférico, além dos outros organoides celulares comuns a outras células.

Os dendritos são prolongamentos bastante ramificados, arborizados (dendron = árvore), que conduzem impulsos para o corpo celular.

O axônio é um fino filamento que pode ter mais de um metro de comprimento, terminando em ramificações, os telodendros. Sendo responsável pela condução de impulsos do corpo celular para regiões específicas do organismo ou estabelecendo comunicações com outros neurônios por meio das sinapses.

O prolongamento dos neurônios pode apresentar um envoltório ao longo de sua extensão, formado por uma associação de células, as células de Schwann. Elas se enrolam em espiral ao redor do axônio e secretam uma substância de natureza lipídica chamada mielina, que se deposita em torno do axônio, formando uma bainha envolvente, a bainha de mielina, a qual desempenha papel protetor e facilita a transmissão do impulso nervoso.

Por: Renan Bardine

Veja também: