Home História do Brasil > Imigração Japonesa

Imigração Japonesa

No começo do século XX o Brasil precisava de mão-de-obra para as lavouras de café que cresciam em todo o território nacional. Neste mesmo período o Japão passava por um grande crescimento populacional e não conseguia gerar empregos necessários para toda a população. Para suprir as necessidades de ambos os países foram selados um acordo imigratório entre as duas partes.

Publicidade

Inicio da Imigração:

No inicio da imigração cerca de 15 mil japoneses chegaram ao Brasil. Este número aumentou muito no início da Primeira Guerra Mundial. Algumas pesquisas indicam que entre 1918 a 1940 aproximadamente cerca de 160 mil japoneses vieram morar em terras brasileiras.

Muitos deles escolheram o estado de São Paulo, por já ter consolidado bairros e colônias destinados aos japoneses. Porém notamos também que muitas famílias se espalharam para diversos cantos do Brasil como o Paraná (atraídos pela agricultura), Amazônia (pela produção de borracha) e Pará (pela plantação de pimenta).

No início os japoneses se depararam com alguns desafios e dificuldades, afinal a língua era muito diferente, os costumes, a religião, o clima e a alimentação. Muitos deles, por conta destas dificuldades, tentaram retornar ao país de origem, porém eram completamente barrados pelos fazendeiros, que os obrigavam a cumprir o contrato.

Imigração na Segunda Guerra Mundial:

Outro fator interessante é que durante a Segunda Guerra Mundial o Brasil entrou no conflito para o lado dos “aliados” declarando guerra aos países do Eixo, Estado Unidos, Alemanha e Japão. Durante os anos de guerra a imigração de japoneses foi proibida para o Brasil e vários atos do governo Brasileiro prejudicaram os Japoneses e seus descendentes, como a proibição da língua nipônica e as manifestações culturais. Caso ocorresse eram consideradas atitudes criminosas.

Com o término do conflito as leis foram canceladas e o fluxo de imigrantes voltou a crescer. Já neste período muitos imigrantes não optaram pelas lavouras, preferindo trabalhar nas grandes indústrias, no comércio e no setor de serviços.

Publicidade

Atualmente:

Atualmente o Brasil esta no topo de países com maior população japonesa fora do Japão. Agora, totalmente incluídos na cultura brasileiros, contribuíram, e contribuem, para o crescimento econômico, e cultural, do país.

Várias denominações a esses imigrantes são vistos. Isseis, são aqueles da primeira geração japonesa. Nisseis são a segunda geração. Sanseis as da terceira. Yonseis a quarta geração.

Em consideração a toda importância da imigração japonesa considera-se o dia 18 de junho o Dia da Imigração Japonesa no Brasil.

Por: Pedro Augusto Rezende Rodrigues

Veja também: