Home História > Pacto de Varsóvia

Pacto de Varsóvia

O Pacto de Varsóvia foi uma aliança militar firmada entre os países do bloco socialista após a 2ª Guerra Mundial. O período caracterizou-se pela enorme tensão entre as duas suporpotências emergentes: Estados Unidos e URSS, a chamada Guerra Fria.

Publicidade

Em 1953, após a morte de Stálin, assistimos a uma certa melhora nas relações entre os dois grandes blocos da época, socialista e capitalista, que passaram a recorrer ao diálogo, à negociação diante de problemas que pudessem afetar as relações internacionais. Tacitamente surgiu um acordo pelo qual cada potência teria liberdade de ação na sua zona de influência, sem interferências do outro bloco.

No dia 14 de maio de 1955, oito países do bloco socialista entraram em comum acordo entre si e assinaram o Pacto de Varsóvia, que recebeu este nome por ter sido realizado na cidade de Varsóvia, na Polônia. Liderado pela União Soviética, participaram: Alemanha Oriental, Bulgária, Hungria, Polônia, Tchecoslováquia e Romênia.

O objetivo do Tratado era ser um grupo de países que pudessem fazer frente à OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que era liderada pelos Estados Unidos, para caso viessem a ser atingidos, poderem se defender melhor estando em grupo e evitar guerras entre si, basicamente um visava minar o avanço comunista e o outro o avanço capitalista.

Divisão entre os blocos socialistas e comunistas no Pacto de Varsóvia e a OTAN

Apesar da OTAN  e do Pacto de Varsóvia nunca terem se enfrentado diretamente, a Guerra Fria durou mais de 35 anos. Quando da intervenção soviética na Hungria e na Tchecoslováquia, os Estados Unidos abstiveram-se de qualquer atitude, da mesma forma que a União Soviética, quando da intervenção americana direta na República Dominicana (1965) ou indireta no Brasil (1964) e no Chile (1973).

Após a retomada do enfrentamento do início dos anos 80, destacadamente com o presidente Reagan, sob o “slogan” norte-americano de “Guerra nas Estrelas”, voltou-se à pacificação, produzindo substanciais acordos de desarmamento e entendimento global, ainda no final dos anos 80 e início dos anos 90. O Pacto de Varsóvia desapareceu e a OTAN foi reformulada, demolindo a tradicional política de blocos, a bipolaridade internacional, abrindo possibilidades de se afastar de vez a iminência de uma guerra nuclear generalizada, com a forte certeza ser fatal para todo o planeta.

O encerramento oficial do Pacto de Varsóvia só aconteceu em 1991. A essa altura a União Soviética já não tinha mais condições financeiras de continuar mantendo o tratado.

A URSS entrou em crise e o cenário geopolítico mudou drasticamente. Houve então a queda do Muro de Berlim e finalmente o fim da Guerra Fria.

Fonte:

http://www.historiadomundo.com.br/idade-contemporanea/pacto-de-varsovia.htm
http://www.estudopratico.com.br/pacto-de-varsovia-objetivos-de-sua-criacao/

Por: Gislaine Monteiro Vasconcelos

Veja também: