Home » Biologia » Animais » Lacraias

Lacraias

As lacraias são também conhecidas como centopéias, pertencem ao grande grupo dos artrópodes e é encontrada em regiões tropicais (úmidos), especificamente em folhas no chão e em troncos de arvores, inclusive no Brasil. A lacraia é um miriápode que apresenta corpo achatado compreendendo a cabeça e uma série de segmentos todos iguais, sem distinção entre tórax e abdômen. A cabeça ostenta um par de antenas, um par de mandíbulas e dois pares de maxilas. O primeiro par de patas, os maxilipídios funcionam como armas de defesa.

O esqueleto externo do corpo da lacraia é dividido em numerosos segmentos articulados, que se superpõem uns aos outros, permitindo ao animal enrolar-se. E as pernas posteriores são maiores que as anteriores.

Em cada segmento do corpo das lacraias existe um par de pernas, num total de pelo menos 15 pares. As lacraias são predadoras, que com movimentos rápidos perseguem insetos e outros animais muito pequenos. A maioria das espécies deposita seus ovos no solo e não cuida da prole, ou seja, não cuida de todos seus filhos. Existem cerca de 3 mil espécies de lacraia. Abaixo estão apenas 3 espécies:

  • Lacraia gigante: essa lacraia e um feroz predador de vermes, lesmas e insetos. Com o auxílio de duas longas antenas, o animal localiza a presa, que é imobilizada por uma picada certeira de seus afiados ferrões. Não se trata de dentes verdadeiros, mas de pernas modificadas, capazes de injetar o veneno na vítima. Com as mandíbulas a lacraia despedaça a presa;

  • Lacraia comum: Ataca geralmente animais de seu próprio tamanho, entre os quais outras lacraias. Possui 15 pares de patas. Vivem em ambientes úmidos, sob troncos, pedras e folhas;

  • Lacraia venenosa: algumas espécies como as do gênero Scolopendra (encontradas na África, Ásia, e Américas), atingem até 30cm de comprimento. Às vezes as lacraias entram em casas de pessoas, à procura de insetos. O veneno proveniente de sua picada é letal para esses pequenos animais. Em seres humanos, provoca intoxicações leves.

Alimentação

Os miriápodes podem ser herbívoros ou carnívoros. Os carnívoros são predadores, ou seja, caçam e alimentam-se de pequenos animais, como moscas, grilos ou vermes. As lacraias capturam sua presa com pinças muito fortes que possuem no último par de patas. Depois, cravam suas unhas pequenas presentes na cabeça e injetam um veneno mortal em suas vítimas.

Reprodução

A reprodução dos miriápodes é sexuada. Os sexos estão separados em indivíduos diferentes (machos e fêmeas). A fecundação é interna: o macho deposita suas células sexuais no corpo da fêmea, dentro da qual encontram as células sexuais femininas.

Morfologia interna

  • As lacraias são animais peçonhentos cujo veneno não é muito ativo no homem. Pertencem a classe dos Quilópodes e picam através de ferrões localizados em sua mandíbula. Como tem o comportamento de levantar a cauda, quando molestada, algumas pessoas acreditam que picam com a cauda. São extremamente ágeis;

  • O aparelho inoculador de peçonha recebe o nome de forcípula e fica junto a boca;

  • Os quilópodes se aproximam muito dos insetos na organização interna: possuem respiração traqueal e a excreção é feita por tubos de Malpighi, que se abrem no intestino. Externamente, também têm algo em comum com os insetos - um par de antenas.

  • Nos Miriápodes existem duas classes muito semelhantes - os Quilópodes e os Diplópodes - e a única diferença entre elas é que em cada segmento do corpo desses animais possuem: um par de patas nos Quilópodes e dois pares nos Diplópodes.


Comente:



Receba atualizações do site:

© Todos os direitos reservados à Cola da Web.com
Siga-nos:
O Cola da Web auxilia sua vida escolar e acadêmica ajudando-o em suas pesquisas e trabalhos. O Cola da Web NÃO faz a venda de monografia e É TOTALMENTE CONTRA a compra de trabalhos prontos, assim como, NÃO APOIA e NÃO APROVA quem deseja comprar Trabalhos Prontos, por isso nós incentivamos o usuário a desenvolver por conta própria o seu trabalho escolar, TCC ou monografia.