Home > História Geral > Pré-História

Pré-História

O termo Pré-História é utilizado para designar o período que medeia entre o aparecimento dos primeiros antepassados do homem e a invenção da escrita, por volta de 3500 a.C. O estudo da Pré-História requer técnicas espe­cíficas, pois depende da análise de documentos não-escritos (restos fósseis, armas e utensílios, moradias primitivas, esculturas, pinturas etc). Seu objetivo é reconstituir a evolução física e cultural do homem durante a longa fase que antecedeu os tempos históricos.

Costuma-se periodizar a Pré-História tomando como referência o material de uso mais comum na confecção de armas e utensílios. Todavia, essa classificação apresenta uma deficiência grave: ela exclui os primeiros ancestrais do homem atual, os quais possuíam características físicas humanóides mas — ao que se saiba — ainda não produziam instrumentos.

A divisão tradicional da Pré-História costuma ser a seguinte:

  • Período Paleolítico ou Idade da Pedra Lascada:
    • Paleolítico Inferior: 2000000 a 40000 a.C.
    • Paleolítico Superior: 40000 a 10000 a.C.
  • Período Neolítico ou Idade da Pedra Polida: 10000 a 5000 a.C.
  • Idade dos Metais: a partir de 5000 a.C.

As datas acima são aproximadas e não se aplicam a todos os grupos humanos; elas se referem apenas à primeira vez em que ocorreram certas transformações técnicas e culturais. Por exemplo: somente na Mesopotâmia o Período Neolítico teve início por volta de 10 000 a.C. Aliás, até hoje existem comunidades que vivem no Paleolítico.

Durante todo esse período, o homem foi acumulando conhecimentos e aperfeiçoando seus instrumentos; aprendeu a produzir e a utilizar o fogo; desenvolveu formas de expressão oral; com a agricultura, ele tornou-se sedentário.

Devida a ausência de documentação escrita sobre o período pré-histórico, seu conhecimento nos é dado pela a análise de seus vestígios deixados nas cavernas e nas regiões ocupadas pelo homem daquela época, instrumentos, armas, restos de alimentos, etc. Os historiadores não conseguem sequer determinar o local que serviu de berço para a espécie humana. Acredita-se, porém, a região do sul da Ásia ou a África central.

A evolução cultural do homem não se processou ao mesmo tempo e no mesmo grau em toda a terra.

Veja mais em: A Origem do Homem

Paleolítico

O primeiro período da pré-história denomina-se paleolítico ou idade da pedra lascada.

Inicia-se com o aparecimento do homem e termina com a revolução agrícola.

As principais características desse período são:

  • Homem com aparência simiesca.
  • Instrumentos rudimentares feitos de pedra lascada.
  • Habitavam as copas das árvores ou as cavernas.
  • Conheciam o fogo mas não faziam uso dele.
  • Arte pouco desenvolvida.
  • Havia preocupação com os mortos.

Veja mais em: Período Paleolítico ou Idade da Pedra Lascada

Neolítico

Denomina-se neolítico o período da pré-história compreendido entre o aparecimento da agricultura e o aparecimento da escrita.

É impossível determinar cronologicamente o início e o término desse período, já que, como vimos, a evolução cultural da humanidade não se processou de maneira uniforme. Ainda hoje perduram culturas neolíticas. Entre elas, podemos citar a dos papuas, que vivem na Nova Guiné.

A passagem do paleolítico para o neolítico dá-se através da revolução agrícola. O homem, começando a praticar a agricultura, deixa de ser coletor para ser produtor de alimentos. Com isso, consegue exercer maior domínio sobre o meio do que qualquer dos seus predecessores.

O cultivo da terra gerou varias transformações na vida da humanidade. Enquanto no paleolítico os povos eram nômades, isto é, andavam a procura de alimentos, no neolítico adquiriram condições de sedentarização, pois a passagem para produtor lhes garantia uma forma muito mais segura de sobrevivência. Além disso, obtiveram a possibilidade de estocar alimentos. Essa nova situação traz como consequência a melhora do padrão de vida da humanidade, a diminuição da mortalidade, e um aumento muito mais rápido de população.

Se no período paleolítico, o homem como coletor, habitava as cavernas , agora, no neolítico como produtor, procura morar próximo aos lugares mais férteis. Constrói, então, habitações nas margens de rios e lagos, denominadas palafitas.

Outra consequência da agricultura é o aparecimento da divisão do trabalho.

Enquanto o homem pratica a caça e a pesca, a mulher fica reservado o papel de plantar e colher alimentos. Gradativamente, é introduzida a atividade do pastoreio, com a finalidade de abastecimento e tração.

Pode-se destacar, ainda, como características desse período:

  • Invenção da roda.
  • Cerâmica.
  • Invenção de barcos.
  • Instrumentação da pedra polida.

Veja mais em: Período Neolítico ou Idade da Pedra Polida

Idade dos Metais

No final do período, inicia-se a utilização dos metais. Numa primeira fase, usa-se o cobre como era encontrado na natureza. Em seguida, aparecem técnicas de fundição, que levaram a obtenção de metais mais resistentes. Conseguia-se obter o bronze através da liga de cobre e estanho e funde-se o ferro. Com isso, confeccionaram-se instrumentos mais perfeitos.

Veja mais em: Idade dos Metais

Com o decorrer do tempo, as técnicas foram se aperfeiçoando. As construções tornaram-se mais diferenciadas e, na agricultura, iniciou-se a irrigação do solo.

Quando o homem criou a escrita, iniciaram-se os tempos históricos. Foi possível, então, uma reconstrução sistemática da historia.

Por: Lilian Dreyer

Assuntos relacionados:

Veja também

Figura representativa da política do Big Stick na América

Política do Big Stick

No final do século XIX acontecia um tremendo fortalecimento das relações dos Estados Unidos com ...