Deuses e Deusas Gregos

A religião grega antiga possuía inúmeros deuses. É possível conhecer suas características e sua importância em razão da influência cultural grega e romana em diversas partes do mundo.

Características dos deuses gregos

Os gregos imaginavam seus deuses como seres antropomórficos, isto é, com a forma humana, e os representavam assim em pinturas e esculturas. Além do aspecto humano, também tinham os sentimentos de qualquer homem e mulher e, como eles, se apaixonavam e se zangavam, cooperavam, rivalizavam e buscavam vingança.

Os gregos consideravam, entretanto, que existiam diferenças entre os deuses e humanos, já que os primeiros eram imortais e eram dotados de poder, beleza e capacidade de movimentos superiores.

Politeístas, seus deuses não eram os mesmos em todas as cidades, nem tinham todos a mesma importância. Em certas cidades havia deuses principais, como Atena, a deusa principal de Atenas, com a qual se identificavam os atenienses. Ao mesmo tempo, outros deuses eram também adorados em Atenas, como Dioniso e Posêidon. Em muitas outras cidades, Atena era considerada a deusa principal.

Os 12 deuses olímpicos

Soberano dos deuses gregos
Zeus

Os deuses gregos mais importantes são os que formavam o grupo dos olímpicos, os 12 deuses encabeçados por Zeus, soberano dos deuses e senhor do céu.

Zeus, o Júpiter dos romanos, estava casado com sua irmã Hera, filha, como ele, de Cronos e Reia. Hera, como fiel esposa, foi considerada a defensora do matrimônio e da família. Posêidon era irmão dos deuses olímpicos já citados. Seu domínio era o mar, e nas representações que nos chegaram aparece com um tridente. Também era o deus que provocava terremotos.

Deméter era a última dos doze deuses olímpicos filhos de Cronos e Reia. Como deusa da agricultura, era representada com espigas de trigo. Além disso, é uma deusa civilizadora que presidia a celebração religiosa dos mistérios de Elêusis.

Entre os deuses gregos apenas Ares era filho legítimo de Zeus e Hera. É um dos mais conhecidos, por ser o deus da guerra, sendo representado com diversas armas.

Atena era filha só de Zeus, já que havia nascido de sua cabeça. Por isso, era conhecida como a deusa da inteligência prática. Além disso, era uma deusa guerreira, a principal divindade ateniense. Entre seus símbolos encontram-se o elmo e a lança.

Apolo, deus da música, da ordem e da adivinhação, era filho de Zeus e Leto. Presidia o oráculo de Delfos, semeava a morte com calamidades e também protegia e curava. Artemis, deusa da caça e da natureza, era filha de Zeus e Leto, irmã gêmea de Apoio. Como deusa virgem, representa o repúdio à submissão feminina ao masculino, a protetora das mulheres. Aparece com instrumentos de caça, com arco-e-flechas.

Sobre Afrodite, a mitologia narra duas origens diferentes: como filha de Zeus e Dione, ou nascida da espuma produzida pelos testículos de Urano caídos ao mar, depois que foram cortados por seu filho Cronos. E a deusa do amor, da beleza e do sexo.

Hermes, filho de Zeus e Maia, era conhecido como mensageiro dos deuses gregos, mas também como deus pastor, da eloquência, da sabedoria e do comércio.

Ocupava-se dos limites – na terra, entre ela e o céu e o inferno incluindo os morais, sociais e sexuais. Também guiava as almas dos mortos. Era representado habitualmente com sandálias aladas, um largo chapéu, uma capa (vestimentas típicas de um viajante) e o caduceu, uma vara com asas e serpentes enroscadas.

Dioniso era filho de Zeus e Sêmele. Como deus do vinho, do teatro e da música, possuía seus fiéis por meio do êxtase na celebração dos cultos em seu nome, chamados dionisíacos. Seu símbolo mais frequente é o cacho de uvas.

Sobre Hefaísto dizia-se que era filho de Zeus e Hera, ou unicamente dela. Por ser o deus do fogo e da metalurgia, é identificado com uma bigorna. Também é mago e deus do trabalho. Era o único deus que não desfrutava da perfeição física, já que era coxo. Foi enganado por Afrodite, sua esposa, e Ares. Hefaísto também fabricou muitas das armas magníficas dos deuses e dos heróis gregos.

Lista dos principais Deuses Gregos

Zeus: Soberano dos deuses, senhor do céu e do Olimpo. Seus símbolos são o raio, a águia, o touro e o carvalho.

Posêidon: Irmão de Zeus, rei e deus do mar, dos cavalos e dos terremotos.

Hera: Irmã e esposa de Zeus. Protege o matrimônio e a família.

Atena: Nascida da cabeça de Zeus, era a deusa da sabedoria e da guerra estratégica. É apresentada com elmo e lança.

Ártemis: Deusa donzela da caça, porta arco-e-flechas e é associada ao veado e ao cipreste. É a deusa dos bosques intocados. É a deusa Lua.

Apolo: Deus da medicina e da cura, da verdade, da música e da poesia, da ordem e da adivinhação. Preside o oráculo de Delfos. É o deus Sol.

Deméter: Deusa dos cereais e da agricultura. É a mãe-terra. Deusa do grão e da fertilidade, tanto da terra quanto das mulheres. Apresenta-se com espigas de trigo.

Hermes: Mensageiro dos deuses, deus do comércio e dos viajantes, dos pastores e também dos ladrões e dos mentirosos.

Afrodite: Deusa da beleza e do amor, associada ao mar, aos golfinhos, às maçãs, ao mirto, à rosa e à pérola.

Hefaísto: Deus do fogo, da metalurgia, da tecnologia e dos artesãos.

Ares: Deus da guerra, no sentido da guerra violenta, do derramamento de sangue. Deus não confiável, deus da violência.

Dioniso: Deus do vinho e da mística, é conhecido também como o libertador (pela loucura, pelo êxtase ou pelo vinho). É o patrono do teatro.

Por: Renan Bardine

Veja também: