Home Português > Adjuntos: Adnominal e Adverbial

Adjuntos: Adnominal e Adverbial

As orações são compostas também por termos acessórios, a saber: adjunto adnominal, adjunto adverbial e aposto. Este artigo pretende discorrer sobre as particularidades dos adjuntos.

Publicidade

Adjunto Adnominal

Adjunto adnominal é o termo de natureza adjetiva ou atributiva. Está sempre associado a um substantivo.

Diferentemente do complemento nominal (que completa o sentido de um substantivo abstrato, adjetivo ou advérbio e vem sempre regido de preposição), o adjunto adnominal é utilizado para especificar ou determinar apenas o substantivo, qualquer que seja a função que este desempenhe na oração.

Morfologia do adjunto adnominal

O adjunto adnominal pode vir expresso por

  • artigo

Lá fora faz um tempo confortável, a vigilância cuida do normal. (Zé Ramalho)

  • adjetivo

Ê, ô ô , vida de gado, povo marcado, ê, povo feliz. (Zé Ramalho)

  • locução adjetiva

Na pedra de turmalina e no terreiro da usina eu me criei. (Zé Ramalho)

  • pronome adjetivo

Pares de olhos tão profundos que amargam as pessoas que fitar.

Mas que bebem sua vida, sua alma na altura que mandar. (Zé Ramalho)

  • numeral

Meus vinte anos de “boy, that’s over, baby”, Freud explica. (Zé Ramalho)

  • oração adjetiva

Amor que não se mede.
Que não se repete. (Nando Reis / Mansa Monte)

Saiba mais: Diferenças entre complemento nominal e adjunto adnominal

O adjunto adnominal na forma de pronome oblíquo

O adjunto adnominai pode ser expresso excepcionalmente também por pronome pessoal oblíquo átono. Embora esteja formalmente ligado ao verbo, sua relação sintática se estabelece com o núcleo substantivo do termo ao qual se refere. Quando isso ocorre, ele pode ser substituído pelo pronome possessivo correspondente.

Cortaram-me os cabelos. (= os meus cabelos)

Publicidade

Beijou-lhe a boca suavemente. (= a sua boca)

Mais Exemplos:

  1. Minha amiga do colégio comprou duas blusas iguais.
    (Repare que as palavras em destaque são adjuntos adnominais.)
  1. Criança atenciosa. (adjetivo)
  1. Brinco de ouro. (locução adjetiva)
  1. O caderno. (artigo)
  1. Quinze sapatos. (numeral)
  1. Nossa família. (pronome possessivo)
  1. Alguns carros. (pronome indefinido)
  1. Aquela casa. (pronome demonstrativo)
  1. Quero-te comigo. (pronome oblíquo com valor de possessivo)

Espero que você tenha compreendido o conceito e as aplicações do adjunto adnominal e que este artigo tenha contribuído para sua pesquisa. Bom estudo!

Adjunto Adverbial

É o elemento da oração que se refere ao adjetivo, verbo ou até mesmo outro advérbio. Possui a mesma função do advérbio, pois acrescenta uma referência ao verbo, entretanto, pode também se referir a toda a oração.

Exemplos:

  1. Não terei tempo para passeios. (O termo em destaque refere-se ao verbo terei.)
  2. A prova terminou muito tarde. (Muito se refere ao advérbio tarde.)

CLASSIFICAÇÃO:

O adjunto adverbial é classificado como:

a)  de afirmação: sim, deveras, com certeza etc.

b)  de causa: por necessidade etc.

c)  de companhia: com meus amigos, com meus pais etc.

d)  de dúvida: talvez, acaso, porventura etc.

e)  de concessão: apesar etc.

f)  de lugar:  aqui, lá, atrás, dentro, na rua etc.

g)  de instrumento:  com a ferramenta etc.

h) de meio: de carro, de moto, de ônibus, de trem etc.

i)  de modo:  depressa, devagar, mal, bem etc.

j)  de negação: não etc.

k) de intensidade: muito etc.

l)  de tempo: ontem, hoje, cedo, agora etc.

Por: Miriã Lira