Home Português > Fonema

Fonema

A unidade sonora mais simples da língua que permite distinção de significado recebe o nome de fonema.

Publicidade

Na língua falada, os fonemas permitem estabelecer uma distinção entre uma palavra e outra. As palavras gato e mato, por exemplo, distinguem-se pelo fonema inicial /g/, em gato e /m/, em mato. Na transcrição dos fonemas, usam-se barras: /g/, /m/, /a/, /t/, /o/.

O fonema é a unidade básica de estudo da fonologia, área da linguística que estuda a função e organização dos sons da fala.

Classificação dos fonemas

Os fonemas da língua portuguesa são classificados em:

  • Vocálicos: sons produzidos sem que o ar, ao sair da garganta, encontre obstáculos.

Fonemas vocálicos

São sempre a base de uma sílaba, não existindo sílaba sem vogal. O número de sílabas de uma palavra é igual ao número de vogais.

borboleta: 4 vogais e 4 sílabas
amor: 2 vogais e 2 sílabas
encantamento: 5 vogais e 5 sílabas
caixinha: 3 vogais e 3 sílabas

  • Consonantais: sons produzidos quando o ar, ao sair da garganta, encontra obstáculos.

Fonemas consonantais

Recebem essa denominação porque são ruídos que soam apenas junto com uma vogal.

loja, neve, sapato

  • Semivogais: sons vocálicos que se apoiam nas vogais das sílabas. Os fonemas que constituem semivogais são o /y/ e o /w/ quando formam sílaba com uma vogal. As letras e, i, o, u, l, quando apoiadas em uma vogal, representam semivogais.

Fonemas semivogais

Preste atenção ainda em algumas regras:

  • A letra a sempre representa uma vogal.
  • Cada sílaba possui apenas uma vogal, podendo possuir também uma ou mais semivogais. Por exemplo, na sílaba quais da palavra quaisquer a letra a representa uma vogal e as letras u e i são semivogais.
  • As semivogais nunca são acentuadas porque são sempre átonas.

Fones

O fone é a unidade sonora mínima que constitui a fala. Cuidado para não confundir fonema com fone, pois na língua portuguesa, bem como em outras línguas, nem todo fone é fonema.

Para que um fone seja considerado um fonema ele necessariamente tem que distinguir significado. Por exemplo, na língua portuguesa [p] e [b] são fones que são fonemas porque distinguem significado, como em pato e bato; já [R] e [r], por não distinguirem significado, como em po[R]co (dialeto carioca) e po[r]co (dialeto paulista), não são fonemas. O fone é a unidade básica de estudo da fonética, área da linguística que descreve os sons da fala, considerando sua produção, sua percepção e seus aspectos físicos.

Na transcrição dos fones utilizamos colchetes: [b], [p], [m], [n], [t].

Os dífonos são dois sons representados por uma única letra. Em “fixo”, por exemplo, a letra x representa dois fonemas: /k/ e /s/.

Letra

O sinal gráfico utilizado para registrar por escrito os fonemas recebe o nome de letra ou grafema. Na língua portuguesa, existem 26 letras.

a, b, c, d, e, f, g, h, i, j, k, I, m, n, o, p, q, r, s, t, u, v, w, x, y, z

Ao conjunto de letras que representam um só fonema chamamos de dígrafos.

Dígrafos

Na língua portuguesa, os dígrafos podem ser classificados em dois tipos:

Publicidade
  • Dígrafos consonantais: são conjuntos de duas letras que representam um fonema consonantal. São fonemas consonantais:
CH – chuva LH – palha
NH – manhã SS – passado
RR – carro SC – crescer
SÇ – dea XC – exceto
QU (seguido de e e i)queijo GU (seguido de e e i– guiso
  • Dígrafos vocálicos: são conjuntos de duas letras que representam um fonema vocálico. São fonemas vocálicos:
EM – tempo IM — limpo OM – tom
UM – comum EN – afugentar IN – tinta
ON – ontem UN – nunca

Correspondência entre fonema e letra

Em muitas palavras, o número de letras e o número de fonemas coincidem. Na palavra moderna, por exemplo, há 7 fonemas e 7 letras.

Correspondência entre fonema e letra

No entanto, há casos em que a equivalência entre letras e fonemas não ocorre, como em palavras que:

  • Iniciam com h mudo: horta, hélice, hoje
  • Apresentam dígrafos: mancha, águia, manhã
  • Apresentam dífonos: reflexo, fixo, axiologia

Representação dos fonemas pelas letras

Existe, na língua portuguesa, uma correspondência biunívoca entre os fonemas /b/, /d/, /f/, /p/, /t/ e /v/ e as letras b, d, f, p, t e v.

No caso dos fonemas /λ/ e /ñ/ eles são sempre representados pelos dígrafos lh e nh, como em malhado e ninho, respectivamente.

No entanto, há casos em que uma mesma letra pode representar fonemas diferentes, e casos em que um mesmo fonema pode ser representado por letras diferentes; confira na tabela.

Tabela de fonemas vocálicos da língua portuguesa

Tabela de sons consonantais da língua portuguesa

Por: Paulo Magno Torres

Veja também: