Home > Português > Linguagem Verbal e Não Verbal

Linguagem Verbal e Não Verbal

Os textos podem ser entendidos como tudo aquilo que se expressa por meio de uma linguagem e que exige uma interpretação. Desse modo, há os textos verbais, os não-verbais e os mistos, que apresentam as duas linguagens.

Publicidade

Pode-se afirmar que a linguagem é resultado de práticas sociais de determinada cultura que é responsável por representá-la e justificá-la. Sendo assim, divide-se a linguagem em verbal e não verbal.

A linguagem verbal é aquela que usa as palavras no processo comunicativo. O idioma que utilizamos, por exemplo, é linguagem verbal. Já a linguagem não verbal é aquela não utiliza palavras, isto é, faz uso de outros sinais para estabelecer comunicação. Por exemplo, a Língua Brasileira de Sinais é um tipo de linguagem não verbal.

Publicidade

Uma combinação de signos

Todo texto, independentemente de seu propósito – que pode ser funcional ou não –, é constituído por um ou mais sistemas de signos organizados, ou seja, por uma ou mais de uma linguagem. A escolha e a combinação desses signos é que determinam os diversos textos quanto à linguagem.

Linguagem Verbal

A linguagem composta exclusivamente por signos linguísticos – isto é, por palavras, e que, portanto, utiliza como código a língua – é uma linguagem verbal. Entretanto, a língua pode manifestar-se oralmente ou por escrito. Assim, o texto verbal apresenta duas classificações: língua oral e língua escrita. Uma canção, um discurso, um aviso, um romance e um bilhete, entre outros, são textos verbais. Exemplos

Linguagem verbal oral

Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga do povo que fico.

Transcrição da declaração oral de D. Pedro I, ao receber o manifesto em que se pedia que não retornasse a Portugal.

Linguagem verbal escrita

Sendo portanto de esperar que todas as Províncias do Brasil se reúnam neste centro de ideias logo que se espalhe a lisonjeira notícia de que se não verificou o regresso de Sua Alteza Real o Povo encarrega a VS de fazer ver do mesmo Senhora absoluta necessidade de ficarem por agora suspensos os dois decretos 124 e 125 das Cortes porque não se pode presumir das públicas intenções do Soberano Congresso, que deixe de aceder a motivos tão justos e de tão grandes relações com o bem geral da Nação Rio de Janeiro, em 29 de dezembro de 1821.

Fragmento do documento conhecido como Manifesto do Fico, assinado por mais de 8 mil pessoas, pedindo a D. Pedro I que não obedecesse às ordens de Portugal e permanecesse no Brasil.

Exemplo de linguagem não-verbalLinguagem não-verbal

O texto constituído por signos não-verbais, como gestos, imagens, movimento e cores, é chamado de linguagem não-verbal. Uma fotografia, um desenho, um aceno de mão, um cartum e a linguagem de pessoas com limitações auditivas são alguns dos vários exemplos de textos nāo-verbais.

Linguagem mista

A combinação entre a linguagem verbal e a não-verbal, quando impressa, é bastante comum e presente no cotidiano. As palavras e as imagens interagem e constituem um todo indissociável, que é o texto misto. Para apreender o sentido desse tipo de composição, o receptor (ou locutário) deve relacionar a parte verbal com a não-verbal. Histórias em quadrinhos, alguns anúncios publicitários, charges e gráficos, entre outros, são exemplos desse tipo de texto.

Exemplo de linguagem mista.
As charges podem ser exemplos tanto de linguagem não-verbal como de linguagem mista.

Artigo produzido por Miriã Lira e complementado por Paulo Magno Torres.

Veja também:

Publicidade

Comentários