Home > Química > Química Ambiental > Estação de Tratamento de Água – ETA

Estação de Tratamento de Água – ETA

Para assegurar a uma grande cidade um abastecimento de água com boa qualidade, a água é submetida a um tratamento que envolve uma série de etapas.

Processos de separação utilizados na ETA:

1. Aeração

Processo de tratamento pelo qual a área de contato entre a água e o ar é aumentada, de modo a facilitar o intercâmbio ou troca de gases e substâncias voláteis entre a água e o ar.

2. Coagulação

A coagulação tem por objetivo transformar as impurezas que se encontram em suspensões finas, em estado coloidal, e algumas que se encontram dissolvidas em partículas que possam ser removidas pela decantação ou flotação e filtração.

3. Floculação

Processo que ocorre logo após ou simultâneamente com a coagulação e cuja característica fundamental é a formação de aglomerados gelatinosos chamados flocos, resultantes da reação entre o produto químico coagulante e as impurezas da água.

ETA - Cubatão Joinville e Tubarão floculadores
ETA – floculadores

4. Decantação ou Flotação

A decantação é o processo pelo qual se verifica a deposição dos flocos pela ação da gravidade.

Na flotação, por injeção de ar, os flocos, ao invés de sendimentarem, vão a superfície onde são recolhidos.

ETA - Tubarão, Decantadores
ETA – Decantadores

5. Filtração

A filtração da água consiste em fazê-la passar através de materiais porosos capazes de reter ou remover impurezas.

Em geral os constituintes dos filtros são: seixos, areia e carvão antracitoso.

ETA - Tubarão, Filtros
ETA – Filtros

6. Tratamento por contato

É o tipo de tratamento em que a ETA não necessita das unidades de floculação e decantação, sendo que após coagulada a água é encaminhada diretamente aos filtros para retenção das impurezas.

7. Oxidação

Processos físicos ou químicos que visam controlar quantidades excessivas de elementos inconvenientes na água.

Este processo seguido de filtração é muito utilizado para controle dos teores de ferro e manganês na água.

  • Processos de separação e/ou purificação (nas casas):
  • Propriedades físico-químicas da água:

Muitas características das águas consideradas inconvenientes, podem ser removidas pelo uso de produtos químicos, cuja ação se faz sentir de diversas maneiras.

Alguns produtos são utilizados para reagir entre si, ou reagir com a água e com compostos presentes na água a ser tratada, formando um novo produto capaz de promover a remoção pretendida.

Todas as aplicações de produtos químicos em uma estação de tratamento são precedidas de testes laboratoriais pelo menos diários que determinam as dosagens a serem aplicadas no volume de água que chega à ETA.

Um dos testes mais utilizados é o chamado ensaio dos jarros (Jar Test), que determina a dosagem ótima do agente coagulante. Cada um destes testes possibilita a aplicação de seis dosagens diferentes, sendo que destas é escolhida a que clarifica melhor a água.

Estação de tratamento de água
Estação de tratamento de água

Por: Marília Araújo

Veja também:

Comentários