Curiosidades

Eurotúnel

Em 6 de maio de 1994, a rainha do Reino Unido, Elizabeth II, e o então presidente da França, François Mitterrand (1916-1996), inauguraram o Eurotúnel, uma passagem sob o canal que une os dois países. O túnel liga as cidades de Calais, na França, e Folkestone, no Reino Unido. Levou sete anos para ser concluído e custou cerca de US$ 16 bilhões.

O Canal da Mancha

O Reino Unido e a França são separados geograficamente pelo Canal da Mancha, que é um braço de água que une o Mar do Norte ao Oceano Atlântico com a área mais estreita formada pelo Estreito de Dover, de 34 quilômetros. Este canal se formou após o fim da última Era Glacial há aproximadamente 13 mil anos. Antes do descongelamento, o local era um trecho de terra firme entre os dois países. O nome “mancha” em português e espanhol se origina da tradução errônea de “Le Manche” que é a forma como o canal é chamado pelos franceses, e que na verdade, em francês significa “manga”, a peça do vestuário.

O Canal da Mancha serviu de barreira de proteção do Reino Unido em relação ao restante do continente europeu em diversos momentos, impedindo as invasões tanto das tropas de Napoleão quanto de tropas nazistas.

Mapa do Eurotúnel cruzando o Canal da Mancha.

A construção do Eurotúnel

Em 1986, com o interesse de integrar as trocas comerciais, foi assinado um projeto para construção de um túnel que ligasse a via férrea entre os dois países, o Eurotúnel.

Trata-se de um túnel ferroviário construído sob o Canal da Mancha no Estreito de Dover. É uma das maiores obras de engenharia do mundo, com extensão de 50,5 quilômetros, dos quais 37 estão abaixo do mar ligando Folkestone, no Reino Unido a Coquelles, na França, com profundidade entre 40 e 70 metros. É o segundo maior túnel ferroviário do mundo, perdendo apenas para o Túnel Seikan que liga as ilhas de Hokkaido e Honshu no Japão.

A obra foi financiada por fundos privados da França e do Reino Unido e custou 4,6 bilhões de libras esterlinas, cerca de 16 bilhões de dólares, superando em 80% o orçamento previsto inicialmente. As escavações iniciaram em 1987, simultaneamente, por equipes dos dois lados com o objetivo de se encontrarem na metade do percurso. A obra empregou aproximadamente 13 mil trabalhadores em todo o período. Para viabilizar este projeto, foram utilizados métodos de cálculo e pesquisa a laser, o que fez com que as equipes se encontrassem com apenas 32 centímetros de erro.

As grandes máquinas utilizadas na obra abriam o túnel, retiravam a terra e escoravam as paredes de concreto. Ao fim, foram retiradas cerca de 17 toneladas de rochas e terras e utilizadas aproximadamente 1 milhão de toneladas de concreto. Desse modo, seis anos depois, foi oficialmente inaugurado em 4 de maio de 1994, pela Rainha Britânica Elisabeth II e pelo então presidente francês François Mitterrad.

Curiosidades

Dois túneis ferroviários e um túnel central de acesso constituem o Eurotúnel, além de 245 vias alternativas ao longo do percurso para o caso de acidentes. A travessia do Canal da Mancha pelo Eurotúnel leva cerca de 35 minutos, sendo que o mesmo trajeto leva em média 1 hora e trinta e cinco minutos de balsa. O Eurotúnel conta com trens de alta velocidade de até 300 km/h que possibilitam o deslocamento com duração de 2 horas entre Londres e Paris, e soma-se ainda um trecho até a capital belga Bruxelas. Além de trens para o transporte de passageiros, tem trens para transporte de carros, ônibus e vans, para o transporte de caminhões, e trens com vagões para transporte de cargas.

O Eurotúnel é um dos maiores e mais importantes projetos de infraestrutura da Europa e sua construção foi certamente um marco na integração do espaço geográfico europeu. Calcula-se que até 400 trens passem pelo Eurotúnel diariamente, levando aproximadamente 50 mil passageiros, 6 mil carros, 180 ônibus e 54 mil toneladas em carga.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: