Educação Física

Tênis (Jogo) – Regras e Fundamentos

O Jogo

O saque em um jogo de tênis é determinado por uma batida na bola com a raquete, afim de iniciar um ponto. Os jogadores sacam durante um completo “game”. O saque mais usado é caracterizado por arremessar a bola no ar e, com um movimento brusco, bater na bola com a “cabeça” da raquete. A pessoa que saca precisa estar atrás da linha-de-fundo e, no primeiro saque ele deve estar à direita da quadra.

Um correto saque deve mandar a bola por sobre a rede e cair na área de saque (o famoso “quadradinho”) adversária diagonalmente. Em cada serviço o sacador tem duas oportunidades para acertá-lo. Errando as duas chances o jogador comete uma dupla falta e perde o ponto.

Depois do primeiro ponto ser jogado, em qualquer jogo individual (simples), o sacador passa a sacar do lado direito da quadra e saca na outra área de saque. Após cada ponto, essa mudança de lado para sacar se repete (direita para esquerda e vice-versa). Em duplas, igualmente em simples, um jogador saca durante um “game”, mas a cada saque ele saca para um adversário da outra dupla. O saque pode bater na fita da rede e cair na área de saque adversária, o que é denominado por um let e o sacador é permitido de sacar de novo. Uma “foot-fault” é denominada pelo toque na linha de fundo antes da bola ser tocada pela raquete, resultando na perda do ponto.

Depois do serviço os jogadores devem tentar rebater a bola de volta por cima da rede até um jogador errar ou estar impossibilitado de alcançar a bola. Um ponto é perdido quando um jogado falha ao devolver a bola, ao tocar na rede com a raquete ou com o corpo, ao dar duplo toque na bola com a raquete, ao rebater a bola contra a rede, ao ser atingido com a bola ou ao rebater a bola antes dela passar da rede. Numa partida, especialmente quando o tempo atrapalha(luz do Sol, vento…) os jogadores mudam de lado da quadra quando a soma do número de games conquistados pelos dois jogadores(ou duas duplas) der um número ímpar.

O Tênis usa um sistema único de contagem. Cada “game”(de 4 pontos) segue o seguinte padrão de placar: “15” indica 1 ponto marcado, “30” indica 2, “40” indica 3 e “game” indica 4 pontos marcados. Se ocorrer o empate dos jogadores em 40 x 40 (“quarenta iguais”), um jogador precisa marcar 2 pontos para ganhar aquele “game”.

As partidas de Tênis são disputadas numa “melhor de três ou cinco sets”. Na maioria dos casos, um “set” é resultado de um jogador ter ganho seis “games” antes de seu adversário ganhar mais de quatro. Se um “set” empatasse em 5 x 5 (“games”), ganharia o “set” quem fizesse 2 “games” de diferença. Mas, antigamente, os “sets” eram muito prolongados devido a essa regra (7×5 11×9 14×12 …), foi então que, recentemente impuseram uma regra que não deixava que essas partidas fossem tão grandes : o “Tie Breaker”. Essa regra é geralmente usada para determinar o “set” mais rapidamente. Essa regra é invocada quando um “set” estiver empatado em 6 x 6 (“games”).  Existem dois tipos de “tie breaker”. No primeiro tipo, o jogador que fizer cinco de nove pontos individuais ganha o “set” e no outro tipo, o mais comum, o jogador que fizer sete pontos individuais ganha o “set”, desde que tenha uma margem de dois pontos de diferença.

Quadra

Uma quadra de tênis normal tem 23,8 m de comprimento. Para jogos de simples (apenas 2 jogadores em quadra)a largura é de 8,2 m e para jogos de duplas, 11 m. A rede divide a quadra em duas metades iguais e fica, ao centro, a 91 cm do solo. A área de serviço (onde devem ser encaixados os saques)tem 6,4 m de comprimento e 4,1 m de largura.

A bola, tradicionalmente de coloração amarela, é oca e feita de borracha e fibra sintética. Para jogos informais, a raquete, pode ter qualquer peso, qualquer tamanho ou qualquer construção. A maioria das raquetes tem 68,6 cm de comprimento e 22,9 cm de largura e pesam em torno de 368,5-425,2 g (13-15 oz).

As cordas são feitas de nylon, plástico ou de tripas animais. Originalmente, as raquetes eram feitas de madeira, mas a partir dos anos 80 esse material ficou ultrapassado e passou-se a fabricar raquetes a base de fibras, grafite e plástico (nos anos 90 também com um material muito resistente : o Kevlar -usado em coletes à prova de balas).

Autoria: Ana Cláudia Bueno