Continentes

Clima da Europa

Por apresentar a maior parte de suas áreas territoriais em latitudes médias, a Europa possui temperaturas e precipitações próprias de clima temperado, com estações bem definidas, temperaturas amenas e pluviosidade intercalada com a queda de neve. No extremo norte e em áreas de altitudes elevadas, as temperaturas mais baixas dificultam a ocupação humana, porém não a inviabilizam completamente.

Fatores que influenciam o clima na Europa

De maneira geral, as condições climáticas da Europa resultam da combinação de quatro fatores básicos:

  • Latitude – Ocasiona a variação da temperatura de acordo com o distanciamento ou a aproximação do Equador, onde o ângulo de incidência dos raios solares é perpendicular. Em geral, quanto maior a distância do Equador, menor a temperatura, devido a maior curvatura da Terra em relação à incidência da radiação solar, o que é anulado caso haja áreas de elevada altitude.
  • Altitude – Nas áreas ocupadas pelas grandes elevações, há a ocorrência de clima de montanha (frio de montanha). Isso ocorre devido, principalmente, à rarefação das partículas de gases (oxigênio), ocasionando menor retenção de calor.
  • Maritimidade – Por possuir litoral muito recortado, o continente europeu permite grande influência marítima, o que ameniza as temperaturas das áreas próximas da costa. A corrente marítima quente que influencia as águas do Atlântico Norte origina-se no golfo do México (corrente da deriva do Atlântico Norte) e é responsável pelos invernos menos rigorosos e maiores índices pluviométricos junto à costa noroeste.
  • Continentalidade – As áreas afastadas das massas oceânicas apresentam amplitudes térmicas mais acentuadas que as situadas próximas ao litoral. Esse fator influencia a aridez e causa grandes variações de temperatura em algumas regiões europeias.
  • Ventos – Durante o verão, o deslocamento de ventos quentes e secos, como o Simum e o Siroco, provenientes do norte da África, influencia na área mediterrânea, tornando-a mais seca. Durante o inverno, o deslocamento de ventos frios, como o Buram, provenientes do polo Ártico, torna as regiões setentrionais mais frias.

Tipos de climas da Europa

Desse modo, os principais tipos climáticos do continente europeu são:

Mapa climático da Europa.
Europa – Climas.
  • Polar – Abrange o norte da Escandinávia até áreas setentrionais da Rússia. Os invernos são longos e frios, com temperaturas inferiores a 0 °C, chegando a atingir –60 °C. Os verões são curtos, com temperaturas que variam entre 16 °C e 21 °C. Nas áreas litorâneas, no extremo norte, o congelamento do mar é característico, exceto nas localidades atingidas pela corrente do Atlântico Norte.
  • Temperado oceânico – Característico do litoral entre o norte de Portugal e a Noruega e também nas ilhas Britânicas. Apresenta elevados índices pluviométricos, principalmente no inverno e na primavera, e amplitudes térmicas pouco acentuadas. É o clima mais influenciado pela corrente do Atlântico Norte.
  • Temperado continental – Típico das regiões da Europa Central e Oriental, apresentando índices pluviométricos menores, com inverno seco e frio (–20 °C) e verões chuvosos e quentes (23 °C). As amplitudes térmicas são mais acentuadas.
  • Mediterrâneo – Típico da Europa Meridional, abrangendo o sul da França, Itália, Grécia, Portugal e Espanha. Apresenta verões quentes e secos, devido à forte atuação dos ventos saarianos Simum e Siroco, e invernos chuvosos. Curiosamente, o clima mediterrâneo apresenta características inversas às do tropical típico, caracterizado por verões chuvosos e invernos secos.
  • Frio de montanha – O clima frio de montanha domina onde se localizam as áreas que apresentam as maiores altitudes do continente europeu, das quais se destacam os Alpes, os Cárpatos e os Alpes Escandinavos. Nessas localidades, as temperaturas médias anuais podem variar entre 4 °C e –10 °C.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: