Numeral

O numeral é uma classe de palavra que funciona como uma espécie de adjetivo (já que acompanha o substantivo, modificando-o) com uma característica especial: indica quantidade, número. Observe as frases:

Publicidade

Eu tenho carros.
Eu tenho três carros.
Eu tenho cinco carros.
Eu tenho dez carros.

Assim como o adjetivo, o numeral serve para modificar o substantivo. É muito diferente possuir um carro ou dez carros, assim como os adjetivos usados em carro velho ou carro novo transmitem ideias diferentes. Então, tanto numerais quanto adjetivos são termos nominais, porque acompanham o nome ou, ainda, ocupam seu lugar.

Você já viu como muitas vezes o adjetivo assume a função de substantivo. Assim também pode acontecer com o numeral. Veja os exemplos:

Cinco morreram na enchente.
O treze me dá sorte.
Milhões são atingidos pela miséria.

Nesses casos, os numerais não estão antecedendo nem se referindo a algum substantivo, e sim assumindo o papel de substantivo.

Tipos de numerais

Os numerais classificam-se em:

  • Cardinal: denota a quantidade de seres (um, uma, dois, duas, três, quatro, cinco… dez, cinquenta, mil etc.)
  • Ordinal: indica a ordem de sucessão numa série (primeiro, segundo, terceiro, quarto…vigésimo… centésimo etc. )
  • Multiplicativo: indica aumento proporcional da quantidade, ou seja, sua multiplicação (dobro, triplo, quádruplo etc.)
  • Fracionário: indica a diminuição proporcional da quantidade, a sua divisão (metade, um terço, um oitavo etc.)

Classificação dos numerais

Flexões dos numerais

Cardinais

Os numerais cardinais – um, dois – e as cen­tenas a partir de duzentos variam em gênero.

  • Um/uma
  • dois/duas
  • duzentas/trezentas/novecentas

Milhão, bilhão, trilhão etc. funcionam como substantivos e variam em número.

  • Um milhão
  • Cinco milhões
  • Duzentos bilhões

A palavra “ambos”, que substitui o cardi­nal “os dois”, varia em gênero.

  • Ambas alternativas são corretas. Ambos irmãos trabalham aqui.

Todos os outros cardinais são invariáveis.

Ordinais

Todos variam em gênero e número.

  • Primeiro/primeiros/primeira
  • Segundo/segundos/segunda-feira
  • Trigésimo/trigésimos/trigésima

Multiplicativos

São invariáveis quando se comportam como substantivos.

  • Quero passar a ganhar o dobro.

Quando têm função de adjetivo, concordam com o substantivo em gênero e número.

  • Ele pediu uma dose dupla de cachaça.

Como diferenciar UM (artigo indefinido) de UM (numeral)?

É artigo quando indica um ser indeterminado. Seu plural é uns ou alguns, por exemplo: Vi um homem estranho lá fora.

É numeral quando realmente indica quantidade exata. Na frase, pode haver as palavras “só” ou “apenas” acompanhando “um” e, então, fica mais fácil perceber. O plural, nesse caso, é dois ou numerais maiores.

Algarismos ou numerais, quando usar?

Durante determinada produção textual você faz uso dos números, mas não sabe se deve empregar algarismos ou numerais. Geralmente nos deparamos com numerais na maioria dos textos, pois são mais fáceis e rápidos no processo de escrita e leitura. Agora é o momento de entender em quais situações devemos utilizar o algarismo ou o numeral.

Em textos publicitários, jornalísticos, catalogais etc., o correto é utilizar o numeral até 10, em casos que o numeral for superior a 10, deve-se usar o algarismo. Todavia, para cem e mil deve-se utilizar o numeral também.

Os dois candidatos participaram do segundo turno nas eleições de 2011. A cada 30 crianças, 20 já sofreram bullying.

Em situações em que a grafia de horas seja exigida, utiliza-se os algarismos em vez de numerais. Entretanto, há uma grande confusão no momento de abreviar a palavra horas, por isso atente-se ao exemplo.

As provas iniciam às 8 h 30 min.

Observe que a palavra horas foi abreviada por h e minutos por min. Outro fato importante é que entre o algarismo e abreviatura (8 h) deve haver um espaço, assim como entre h e algarismo (30). Não há ponto final após a abreviatura de horas, nem de minutos, no exemplo citado isso ocorreu porque coincidiu com o final da oração.

Também é bom usar algarismos ao se referir a anos, telefones, datas ou dados.

Por: Miriã Lira

Veja também: