Home Biologia > Ecologia > Níveis Tróficos

Níveis Tróficos

Os níveis tróficos ou níveis alimentares representam o conjunto biótico (seres vivos) que integram o mesmo ecossistema e possuem hábitos alimentares semelhantes.

Da interação entre os fatores abióticos e bióticos em um ecossistema, surge fluxo de matéria e de energia. De maneira geral, esse fluxo começa com a energia solar captada no processo de fotossíntese — realizada pelas plantas, algas e algumas bactérias — na produção de matéria orgânica; passa por seres que se alimentam dessa matéria orgânica (os consumidores) e termina com aqueles que devolvem os componentes orgânicos e inorgânicos ao ecossistema (os decompositores).

Os organismos fotossintetizantes e quimiossintetizantes constituem os seres autótrofos (do grego autos, próprio, e trophus, nutrição) que são denominados de produtores. Os seres incapazes de produzir o próprio alimento, os chamados heterótrofos (do grego hetero, diferente, e trophus, nutrição), alimentam-se de outros organismos, constituindo o grupo dos consumidores.

Os níveis tróficos

Os produtores sintetizam o próprio alimento a partir da energia luminosa (fotossíntese) ou da energia a partir da oxidação de substâncias inorgânicas (quimiossíntese).

Os seres que se alimentam de produtores são chamados consumidores primários ou herbívoros (C1); aqueles que se alimentam dos herbívoros são os consumidores secundários (C2); os que se alimentam dos secundários, consumidores terciários (C3), e assim por diante.

Os decompositores são representados por fungos e as bactérias, organismos essenciais para o equilíbrio do ecossistema. A interação entre esses organismos denomina-se cadeia alimentar.

Níveis tróficos.
Níveis tróficos. O sentido da seta indica o fluxo de matéria e de energia, partindo do consumidor.

Classificação dos Níveis tróficos

Os níveis de transferência de energia podem também ser classificados como níveis tróficos (NT), sendo que os produtores correspondem ao primeiro nível de transferência (1º NT); os consumidores primários, ao segundo nível de transferência (2º NT); os consumidores secundários, ao terceiro nível de transferência (3º NT) e assim por diante.

Classificação dos níveis tróficos.

O fluxo de energia é iniciado com os produtores no processo de fotossíntese. A energia luminosa é transformada em energia química que servirá de alimento para herbívoros, seguindo o fluxo quando componentes de próximos níveis tróficos se alimentarem.

Níveis tróficos.
Sequência do fluxo de energia e da matéria em um ecossistema.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: