Home Geografia > Gás Natural

Gás Natural

O gás natural é a parcela do petróleo que se encontra no estado gasoso. Os hidrocarbonetos decompõem-se em matéria de estrutura mais simples e migram através das camadas do solo sob a forma de bolhas de gás, tentando alcançar a atmosfera. Aparece, em geral, associado ao pe­tróleo, ou na presença de carvão mineral, ou pode ser for­mado a partir de cada um desses elementos.

Em função da diversidade de fontes, os pesquisadores concluem que os volumes originais de gás natural devem ser muito maiores que os de óleo ou carvão mineral, o que enfatiza a necessidade de exploração e emprego dessa fonte energética.

Pode ser classificado, segundo sua origem, em:

a) Gás natural associado – encontra-se dissolvido no óleo bruto e é separado durante sua produção.

b) Gás natural não-associado – obtido diretamente de um reservatório natural estando predominante­mente não-dissolvido em óleo.

Utilização

A utilização econômica do gás natural é variada. É empregado na forma de combustível industrial, comercial, residencial e veicular, além de ser importante matéria-prima para as indústrias petroquímicas e de fertilizantes. Outro dado importante é a ampliação de seu uso pelo setor termelétrico.

O gás natural é a terceira principal fonte de energia utilizada no mundo, perdendo para o petróleo e o carvão mineral, respectivamente. Os combustíveis fósseis são bastante usa- dos para a geração de energia pelas termelétricas.

Vem-se observando uma expansão nas formas de uso do gás natural, listo as principais:

  • Combustível;
  • Gás domiciliar;
  • Automotivo (GNV);
  • Matéria-prima (produção de fertilizantes, amônia e ureia);
  • Redutor siderúrgico (redução de minério de ferro para produzir ferro esponja);
  • Refrigeração de ambientes (ar condicionado);
  • Geladeiras;
  • Oxi-corte.

Tratamento

Do mesmo modo que o petróleo, o gás natural precisa ser refinado para seu melhor aproveitamento. Assim, o gás natural não pode conter água e tem de passar pelo tratamento de dessulfurização (remoção dos compostos de enxofre).

Tratamento e processamento do gás natural

Termoelétricas

Atualmente existem no Brasil cerca de 20 projetos em diferentes estágios para aproveitar o gás natural para gerar eletricidade.

Essas usinas apresentam várias vantagens como:

  • mais baratas e melhor controle ambiental.
  • construção rápida (menos de 2 anos).
  • a curto prazo resolver o problema da falta de energia enfrentado nos maiores centros urbanos.

Uma das principais termoelétricas a gás natural em operação é a Usina Cuiabá 1 (480 MW), construída pela empresa norte-americana Enron, na área de concessão da Eletronorte. O combustível que mo­vimenta suas turbinas é importado pelo gasoduto Brasil-Bolívia.

Veja mais em: Usina Termoelétrica

Transporte

O transporte do gás natural pode ser realizado em duas fases:

a) Transporte na fase gasosa – para pequenas dis­tâncias pode ser feito em caminhão ou barcaças. Para grandes distâncias utilizam-se gasodutos.

b) Transporte na fase líquida – o gás natural pode ser transformado em líquido a partir da diminui­ção temperatura (-160°C) e elevação da pressão (atmosférica). Em média, 600m3 de gás natural ocupam 1m3 após a liquefação, sendo então transportado de navio (GNL).

Por: Renan Bardine

Veja também: