Home » Português » Verbo

Verbo

Quando se pratica uma ação, a palavra que representa essa ação e indica o momento em que ela ocorre é o verbo.

Exemplos:

Aquele pedreiro trabalhou muito. (ação – pretérito)
Venta muito na primavera. (fenômeno – presente)
Ana ficará feliz com a tua chegada. (estado - futuro)
Maria enviuvou na semana passada. (mudança de estado – pretérito)
A serra azula o horizonte. (qualidade – presente)


CONJUGAÇÃO VERBAL

Existem 3 conjugações verbais:

A 1ª que tem como vogal temática o ''a''
Ex: cantar, pular, sonhar etc...

A 2ª que tem como vogal temática o ''e''
Ex: vender, comer, chover, sofrer etc....

A 3ª que tem como vogal temática o ''i''
Ex: partir, dividir, sorrir, abrir etc....

Exemplos:

1º COJUGAÇÃO
verbos terminados em AR

2º COJUGAÇÃO verbos terminados em ER

3º CONJUGAÇÃO verbos terminados em IR

cantar
amar
sonhar

vender
chover
sofrer

partir
sorrir
abrir

OBS: O verbo pôr, assim como seus derivados (compor, repor, depor, etc.), pertence à 2º conjugação, porque na sua forma antiga a sua terminação era em er: poer. A vogal “e”, apesar de haver desaparecido do infinitivo, revela-se em algumas formas de verbo: põe, pões, põem etc.

Pessoas:

1ª, 2ª e 3ª pessoa são abordadas em 2 situações: singular e plural.

Primeira pessoa do singular - eu  ex: eu canto
Segunda pessoa
do singular - tu  ex: tu cantas
Terceira
pessoa do singular - ele  ex ele: canta

Primeira pessoa do plural - nós   ex: nós cantamos
Segunda
pessoa do plural - vós   ex: vós cantais
Terceira
pessoa do plural - eles   ex: eles cantam


TEMPOS E MODO DE VERBO

1. Presente.
Fato ocorrido no momento em que se fala.
Ex: Faz

2. Pretérito
Fato ocorrido antes
Ex: Fez

3. Futuro
Fato ocorrido depois
Ex: Fará

O pretérito subdivide-se em perfeito, imperfeito e mais-que-perfeito.

1. Perfeito
Ação acabada.
Ex: Eu li o ultimo romance de Rubens Fonseca.

2. Imperfeito
Ação inacabada no momento a que se refere à narração.
Ex: Ele olhava o mar durante horas e horas.

3- Mais-que-perfeito
Ação acabada, ocorrida antes de outro fato passado.
Ex:  para poder trabalhar melhor, ela dividirá a turma em dois grupos.       

O futuro subdivide-se em futuro do presente e futuro do pretérito.

1. futuro do Presente.
Refere-se a um fato imediato e certo
Ex: comprarei ingressos para o teatro.

2. futuro do Pretérito.
Pode indicar condição, referindo-se a uma ação futura, vinculada a um momento já passado.
Ex: Aprenderia tocar violão, se tivesse ouvido para a música (aqui indica condição)
Eles gostariam de convidá-la para a festa.


MODOS VERBAIS

1- Indicativo.
Apresenta o fato de maneira real, certa, positiva.
Ex: Eu estudo geografia
Iremos ao cinema.
Voltou para casa.

2- subjuntivo.
Pode exprimir um desejo e apresenta o fato como possível ou duvidoso, hipotético.
Ex: Queria que me levasses ao teatro.
Se eu tivesse dinheiro, compraria um carro.
Quando o relógio despertar, acorda-me.

3- Imperativo
Exprime ordem, conselho ou súplica.
Ex: Limpa a cozinha, Maria.
Descanse bastante nestas férias.
Senhor tende piedade de nós.

As formas nominais do verbo são Três: infinitivo, gerúndio e particípio.

Infinitivo:
Pessoal - cantar (eu) , cantares (tu), vender( eu), venderes(tu),  partir (eu), partires (tu)
Impessoal - cantar, vender,partir.
Gerúndio - cantando, vendendo, partindo.
Particípio - cantado,vendido,partido.

Impessoal:
Uma forma em que o verbo não se refere a nenhuma pessoa gramatical: é o infinitivo impessoal,
Quando não se refere às pessoas do discurso.
Exemplos: viver é bom. (a vida é boa)
É proibido fumar. (é proibido o fumo)

Pessoal:
Quando se refere às pessoas do discurso. Neste caso, não é flexionado nas 1ª e 3ª pessoas do singular e flexionadas nas demais:

Falar (eu) – não flexionado        Falarmos (nós) – flexionado
Falares (tu) – na flexionado       Falardes (voz) – flexionado
Falar (ele) – não flexionado       Falarem (eles) – flexionado

Pessoal (flexionado)

Ex: É conveniente estudares (é conveniente o estudo)
É útil pesquisarmos (é útil a nossa pesquisa)

ASPECTO

Aspecto é a maneira de ser ação.

O Pretérito Perfeito Composto:

indica um fato concluído, revela de certa forma a idéia de continuidade.
ex; Eu tenho estudado (eu estudei até o presente momento).

Os verbos invocativos (terminados em "ecer" ou "escer") indica uma continuidade gradual.
Ex: embranquecer é começar a ficar grisalho e envelhecer é ir ficando velho.

O Presente do Indicativo pode:

a) indicar freqüência.
Ex: O sol nasce para todos.

b) ser empregado no lugar do futuro.
Ex: amanhã vou ao teatro. (irei)
Se continuam as indiretas, perco a paciência. (continuarem; perderei)

c) ser empregado no lugar do pretérito (presente histórico)
Ex: É 1939: alemães invadem o território polonês (era; invadiram)

O Pretérito Imperfeito do Indicativo pode:

a)Substituir o futuro do pretérito.
Ex: se eu soubesse, não dizia aquilo. (diria)

b)Expressar cortesia ou timidez.
Ex: o senhor podia fazer o favor de me emprestar uma caneta?(pode)

Futuro do Presente pode:

a) Indicar probabilidade.
Ex: Ele terá, no máximo, uns 70 quilos.

b) Substituir o imperativo.
Ex: não matarás. (não mates)

TEMPOS SIMPLES E TEMPOS COMPOSTOS

Os tempos são simples quando formados apenas pelo verbo principal.

Indicativo:
Presente - canto, vendo, parto, etc.
Pretérito perfeito - cantei,vendi,parti, etc.
Pretérito imperfeito - cantava, vendia, partia,etc.
Pretérito mais-que-perfeito - cantara, vendera,partira, etc.
Futuro do presente - cantarei, venderei, partirei, etc.
Futuro do pretérito - cantaria, venderia, partiria,etc.

Subjuntivo:
Presente - cante,venda, parta, etc.
Pretérito imperfeito  - cantasse, vendesse, partisse, etc.
Futuro - cantar, vender,partir.

Imperativo:
Ao indicar ordem, conselho, pedido, o fato verbal pode expressar negação ou afirmação. São, portanto, duas as formas do imperativo:

- Imperativo Negativo: Não falem alto.

- Imperativo Afirmativo: Falem mais alto.

Imperativo negativo:
É formado do presente do subjuntivo.

CONJUGAÇAO CANT - AR

CONJUGAÇÃO VEND - ER

CONJUGAÇÃO PART - IR

Não cantes
Não cante
Não cantemos
Não canteis
Não cantem

Não vendas
Não venda
Não vendamos
Não vendais
Não vendam

Não partas
Não parta
Não partamos
Não partais
Não partam

Imperativo afirmativo:
Também é formado do presente do subjuntivo, com exceção da 2º pessoa do singular e da 2º pessoa do plural, que são retiradas do presente do indicativo sem o “s”.

EX:
canta
cante
cantemos
cantai
cantem

OBS: O imperativo não possui a 1º pessoa do singular, pois não se prevê a ordem, o pedido ou o conselho a si mesmo.

Tempos são compostos quando formados pelos auxiliares ter ou haver.

Indicativo:
Pretérito perfeito composto - tenho cantado,tenho vendido, tenho partido,etc.
Pretérito mais-que-perfeito composto - tinha cantado,tinha vendido,tinha partido,etc.
Futuro do presente composto - terei cantado,terei vendido, terei partido,etc.
Futuro do pretérito composto - teria cantado, teria vendido,teria parido, etc.

Subjuntivo:
Pretérito perfeito composto - tenha cantado, tenha vendido,tenha partido,etc.
Pretérito mais-que-perfeito composto - tivesse cantado,tivesse vendido,tivesse partido etc.
Futuro composto - tiver cantado,tiver vendido,tiver partido,etc

Infinitivo:
Pretérito impessoal composto - ter cantado,ter vendido,ter partido,etc.
Pretérito pessoal composto - ter (teres) cantado, ter(teres) vendido,ter(teres) partido.
Gerúndio pretérito composto - tendo cantado, tendo vendido, tendo partido.


REGULARES

Regulares são verbos que se conjugam de acordo com o paradigma (modelo) de cada conjugação.

Cantar (1ª conjugação) vender (2ª conjugação) partir (3ª conjugação) todos que se conjugarem de acordo com esses verbos serão regulares.


Veja mais:



Comente:



Receba atualizações do site:

© Todos os direitos reservados à Cola da Web.com
Siga-nos:
O Cola da Web auxilia sua vida escolar e acadêmica ajudando-o em suas pesquisas e trabalhos. O Cola da Web NÃO faz a venda de monografia e É TOTALMENTE CONTRA a compra de trabalhos prontos, assim como, NÃO APOIA e NÃO APROVA quem deseja comprar Trabalhos Prontos, por isso nós incentivamos o usuário a desenvolver por conta própria o seu trabalho escolar, TCC ou monografia.