Animais

Animais Invertebrados

Os animais que possuem coluna vertebral pertencem ao grupo dos vertebrados e correspondem a menos de 5% de todas as espécies de animais descritas. Já os demais 95% dos animais conhecidos não possuem coluna vertebral e pertencem ao grupo dos invertebrados

Mais de um milhão de espécies de animais já foram descritas pelos cientistas, mas estima-se que existam cerca de 6 milhões de espécies que ainda não foram descobertas.

Características

Após estudar os invertebrados em maior profundidade, os cientistas identificaram o seguinte conjunto de características.

  • Coluna vertebral ausente.
  • Organização multicelular, com grupos de células desempenhando funções distintas.
  • Eucariontes, ou seja, suas células possuem núcleo organizado, o qual contém o material genético.
  • Nutrição heterotrófica, ou seja, não produzem seu próprio alimento e se alimentam de outros seres vivos.
  • Cordão nervoso maciço e geralmente ventral, diferente dos vertebrados, que possuem tubo nervoso dorsal.

Grupos dos invertebrados

Poríferos

Os organismos que não se locomovem no espaço recebem o nome de sésseis. Os poríferos, conhecidos como esponjas-do-mar, são animais sésseis, que vivem apoiados em rochas ou no substrato do mar. São seres que possuem um esqueleto interno o qual mantém o formato de seu corpo rígido, conferindo-lhes sustentação. Esse esqueleto é formado por uma rede de colágeno, sílica e cálcio, produzidos pelas próprias células corporais. Essas estruturas minerais recebem o nome de espículas e podem possuir diversos formatos. Após a morte do animal, o esqueleto mineral muitas vezes permanece, mantendo o formato da esponja.

Porífero.
Esqueleto interno de uma esponja marinha, que mantém a estrutura de seu corpo.

Cnidários

Outro grupo de animais aquáticos, conhecidos por cnidários, também possui representantes sésseis chamados de pólipos. O esqueleto está presente em algumas espécies e é rígido, formado por calcário. Na maioria das espécies de cnidários, os pólipos correspondem a uma das fases de vida dos indivíduos.

Após viverem fixos por um período, a outra fase da vida dos cnidários é a medusoide, capaz de se locomover e, portanto, chamada de vida livre. Na fase medusoide, esses animais possuem estrutura flexível, mantida por um conjunto de músculos circulares e longitudinais, que se contraem de maneira coordenada, gerando um jato de água que movimenta os animais por propulsão.

Cnidário.
As anêmonas-do-mar são animais cnidários sésseis.

Platelmintos

Outro grupo de animais inclui os vermes achatados, conhecidos por platelmintos. Entre esses animais, apenas uma pequena parte possui um tipo especial de elementos esqueléticos. Os demais se movimentam graças à musculatura associada a um corpo elástico, cujo interior é preenchido por líquidos que conferem suporte à ação dos músculos, formando uma estrutura conhecida por esqueleto hidrostático.

Platelminto.
Existem muitas espécies de vermes achatados, que vivem em ambientes aquáticos ou terrestres.

Nematódeos

Os vermes de corpo cilíndrico recebem o nome de nematódeos. Seu corpo é recoberto por uma cutícula lisa, e a locomoção desses vermes ocorre por meio de movimentos ondulatórios, proporcionados pela musculatura.

Nematódeo.
Ascaris lumbricoides, conhecido popularmente como lombriga; é o verme cilíndrico que causa a ascaridíase.

Anelídeos

Os vermes que têm o corpo formado por diversos segmentos, ou anéis, recebem o nome de anelídeos. Alguns tipos de anelídeo possuem apêndices em número variado, que auxiliam na locomoção. Outros não possuem apêndices e se movimentam apenas pela associação entre a musculatura e o esqueleto hidrostático.

Anelídeo.
As minhocas são vermes de corpo segmentado.

Artrópodes

Os insetos (como abelha, formiga e besouro), os aracnídeos (como aranha e carrapato), os crustáceos (como camarão e lagosta), os miriápodes (como piolho de cobra e centopeia) fazem parte de um grupo de animais conhecidos por artrópodes. Todos os artrópodes possuem um esqueleto externo, formado por uma substância chamada de quitina, que confere resistência ao corpo deles.

Outra característica comum aos artrópodes é a presença de apêndices articulados, que possuem as funções de locomoção, captura de presas ou outros alimentos e até mesmo de reprodução. Alguns animais, como os insetos, também possuem asas, que são utilizadas para locomoção pelo ar. Os músculos associados aos apêndices e às asas possibilitam a movimentação desses animais. Dessa forma, diferente dos vermes, não utilizam esqueleto hidrostático.

Artrópode.
Alguns insetos, como a abelha, têm asas e apêndices articulados, utilizados na locomoção.

Moluscos

O grupo conhecido por moluscos é formado por uma grande diversidade de animais, que apresentam formas variadas de se locomover nos ambientes terrestre e aquático. A maioria dos moluscos terrestres possui um pé musculoso responsável por sua locomoção, cujas células da superfície produzem um muco, pelo qual o animal desliza. As formas aquáticas incluem animais como lula, polvo e mexilhão.

Molusco.
O caracol de jardim é um molusco terrestre muito conhecido.

Equinodermos

Os equinodermos correspondem a um grupo diverso de animais marinhos, como estrela-do-mar, ouriço-do-mar, bolacha-do-mar, pepino-do-mar etc. Possuem um esqueleto interno calcário e se locomovem por meio de um sistema vascular, que funciona com interação com a água do mar.

Equinodermo.
Estrela-do-mar, um equinodermo. Seu sistema locomotor possui estruturas que se aderem à superfície, chamadas de pés ambulacrais.

Qual é o invertebrado menos evoluído e o mais evoluído?

Não podemos falar em ser vivo mais evoluído ou menos evoluído. Todos os seres vivos que existem hoje passaram por um longo processo de evolução e todos podem ser considerados bastante evoluídos, apresentando ou não uma estrutura complexa.

Assim, podemos falar em diferentes graus de complexidade e, segundo essa abordagem, os invertebrados que apresentam atualmente o menor grau de complexidade são os Poríferos ou Espongiários.

Dentre os que apresentam maior grau de complexidade, estão os Artrópodes (insetos, crustáceos e aracnídeos). Os equinodermos, embora não sejam muito complexos, apresentam características semelhantes às dos cordados (entre os quais se incluem os vertebrados), colocando-os como um grupo que pode representar a transição entre esses filos.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: