Como Fazer

Reportagem

A reportagem é um gênero textual expositivo no qual se desenvolve extensamente um tema de interesse geral. Ela pode ser sobre pessoas, lugares ou um sucesso concreto.

A reportagem é mais que uma notícia; não só verifica os fatos, como apresenta suas causas e seus efeitos, a origem dos acontecimentos, ocupando assim, muitas vezes, páginas inteiras de jornais ou revistas.

Estrutura

Manchete: compõe-se de frases curtas e objetivas; apresenta-se em letras de maior destaque, visando despertar o interesse do leitor para o que se quer comunicar.

Título auxiliar: complementa o título principal, isto é, a manchete, com o objetivo de aumentar o interesse do leitor pelo conteúdo da notícia ou reportagem.

Lide: constitui o primeiro parágrafo, que apresenta, de forma resumida, aspectos relevantes da informação sobre a qual a reportagem ou notícia versa, respondendo a questões como: O quê? Quem? Quando? Como? Onde? Por quê?

Corpo da reportagem: consiste no texto desenvolvido, com a apresentação mais pormenorizada dos pontos relevantes ao assunto tratado.

Veja um exemplo da estrutura de uma reportagem na imagem abaixo:

Exemplo de reportagem.
Trecho de reportagem retirado do jornal Folha de São Paulo.

Diferenças entre notícia e reportagem

No que se refere aos aspectos do gênero textual, reportagem e notícia apresentam semelhanças e diferenças. Os pontos em que se assemelham são estruturais, ou seja, é comum identificarmos em ambas os mesmos elementos constituintes.

Notícia e reportagem diferem no seguinte aspecto: a primeira notifica um fato, e a segunda precisa ir além de uma simples notificação, estabelecendo relações de causa e efeito, questionando, apresentando diferentes pontos de vista, dados etc.

Tipos de reportagem

A reportagem pode ser expositiva, interpretativa ou opinativa.

Na expositiva, os fatos são apresentados simples e objetivamente. Na interpretativa, são estabelecidas conexões entre os acontecimentos e apresentados comentários sobre eles. Na opinativa, os fatos são apresentados evidenciando-se a opinião do repórter.

Características da reportagem

Observe um fragmento de reportagem feita sobre um trabalho de Fernanda Montenegro no cinema internacional:

Na hora em que o diretor de filmes como Quatro casamentos e um funeral, O sorriso de Monalisa e Harry Potter e o cálice de fogo telefonou chamando-a para sua adaptação cinematográfica do livro O amor nos tempos do cólera, de Gabriel García Márquez, ela lhe perguntou: – Por que não uma colombiana?
Newell insistiu: – Eu quero seus olhos. Venha para cá fazer o filme comigo.

O Globo, 22 dez. 2007.

Para que a informação seja o mais completa e objetiva possível, o jornalista deve elaborar uma investigação exaustiva, durante a qual procurará resumir dados e testemunhos de outras pessoas. Na reportagem costumam-se integrar várias formas discursivas, em especial a descrição, a narração e a entrevista.

Como fazer uma reportagem

A reportagem é um gênero jornalístico informativo que amplia uma notícia. Consiste em uma informação mais ou menos extensa sobre algum problema, fato ou sucesso na atualidade. Pode tratar dos mais variados temas, sempre que estes sejam relevantes cara o público e estejam conectados com a realidade.

A boa reportagem traz diferentes perspectivas do fato tratado para que, diante da informação dada, o leitor tire suas próprias conclusões. Às vezes, quando o tema é polêmico, entrevistam-se diferentes especialistas no assunto que dão opiniões divergentes e complementares.

Para fazer uma boa reportagem, o repórter deve levar em conta as seguintes normas:

  • Os fatos devem ser expostos com rigor e objetividade, sem que haja opiniões pessoais sobre eles.
  • Devem-se relatar os fatos com clareza. Só se pode escrever claramente sobre assuntos que se conhecem com profundidade; portanto, em toda reportagem é imprescindível a documentação prévia.
  • E necessário utilizar uma linguagem precisa, com palavras apropriadas e de uso comum. Porém, quando o tema necessitar, convém utilizar jargões técnicos. Por exemplo, em uma reportagem sobre astronautas, devem-se usar termos como órbita ou cabine pressurizada.
  • O ponto de vista deve ser original em seu enfoque: o jornalista levará a seus leitores um novo modo de ver as coisas; será capaz de revelar novos ou desconhecidos aspectos sobre o assunto.
  • É conveniente que o texto tenha um começo atrativo e um desenvolvimento interessante.

Por: Paulo Magno da Costa Torres

Veja também: