Home Resumos de Livros > O Crime do Padre Amaro

O Crime do Padre Amaro

O livro O Crime do Padre Amaro tem como tema a influência do clero católico na vida provinciana, típica do interior de Portugal do século XIX. O cenário é a sociedade leiriense (Leiria), da qual a senhora Joane ira , conhecida por San Joaneira, pelo grau de devoção pelos santos e pela igreja, é uma espécie de líder religiosa, com seus regulares serões.

Publicidade

Joaneira tem uma filha, Amélia, jovem bonita, de pouco mais de vinte anos, a qual se envolve amorosamente com o jovem padre Amaro, vindo de Lisboa para exercer as funções próprias de um sacerdote na pequena província de Leiria. Desse relacionamento resulta Amélia grávida que, sozinha, passa a sofrer as humilhações oriundas do rude preconceito que lhe são impostas pela sociedade local, extremamente conservadora e provinciana de Leiria.

Amélia e a criança morrem como consequência do parto, enquanto padre Amaro, protegido pelos interesses da Igreja Católica, muda-se para Lisboa, onde continuará seu trabalho, tranquilo, como quem nada teve a ver com o ocorrido.

Publicidade

Capa do livro O Crime do Padre Amaro.Amélia fora criada pela mãe, Joaneira, nos conformes de formação muita católica, da qual vinham o respeito e a admiração pelos padres e, por extensão, a total confiança neles, além de se tratar de moça dócil. Tudo isso concorreu para Amélia facilmente apaixonar-se por Amaro. Esse cenário fortalece um dos temas do autor que é a denúncia do oportunismo do clero, diante da crença e da falta de senso crítico dos fiéis, relativamente às práticas cotidianas da Igreja.

O abandono de Amélia à sua própria sorte e a isenção de Amaro aos olhos da instituição religiosa da qual fazia parte estruturam outra crítica de Eça de Queirós: o corporativismo do clero católico na defesa de seus membros, mesmo em detrimento da felicidade ou da dignidade de seus próprios fiéis.

Outras denúncias feitas pelo autor são o provincianismo da sociedade, seu conservadorismo hipócrita e a ignorância da elite política portuguesa considerando a realidade decadente da pátria, mediante as mudanças modernizadoras que vinham acontecendo em países como França e Inglaterra.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja outros resumos de livros do autor: