Tecido Muscular

O tecido muscular é um tecido bastante especializado na função de contratibilidade, propriedade que suas células têm de se contraírem.

As células do tecido muscular são denominadas de fibras musculares, sendo geralmente alongadas, fusiformes ou cilíndricas, e apresentam no seu interior um grande número de filamentos proteicos contrateis de actina e miosina, responsáveis pelo processo de contração da fibra muscular.

Tanto as fibras como todo o músculo são envolvidos por tecido conjuntivo denso, o qual contém vasos sanguíneos que levam nutrientes e oxigênio para as células musculares e retiram o gás carbônico e as substâncias tóxicas, resultantes do catabolismo celular, além de dissiparem o calor.

Tecido muscular

Estrutura da fibra muscular estriada

O tecido muscular é o responsável pelas funções de movimentação, locomoção e sustentação do corpo, junto com o tecido ósseo.

Existem duas variedades de tecidos musculares nos animais, com três tipos morfológicos distintos: o tecido muscular liso e o tecido muscular estriado, esse último está dividido em: cardíaco e esquelético.

Tecido muscular liso

As células do músculo liso são de aspecto fusiforme, isto é, são volumosas na região central e afiladas nas extremidades. Apresentam apenas um núcleo central e são visíveis somente em microscopia. Essas fibras são capazes de sofrer multiplicação por mitoses e, portanto, repor células perdidas.

O músculo do tipo liso pode ser encontrado na parede do tubo digestório, das vias respiratórias, geniturinárias, vasos sanguíneos e no útero. Apresentam contração involuntária (independente da vontade), lenta e fraca.

Tecido muscular liso

Não se observam nessas fibras estriações transversais.

Tecido muscular estriado esquelético

Este tecido apresenta células de aspecto cilíndrico e podem medir alguns centímetros de comprimento, podendo ser observadas até mesmo a olho nu. Os músculos estriados, tanto esquelético como o cardíaco, apresentam faixas transversais claras e escuras ao longo de suas células, o que lhes dá o aspecto estriado. As fibras musculares estriadas esqueléticas são plurinucleadas com vários núcleos periféricos. São produzidas quase que exclusivamente na vida embrionária, não sofrendo divisões por mitose, mesmo quando há lesão e morte celular. Existe no tecido muscular adulto os mioblastos, que são células-tronco ou embrionárias do tecido muscular que, quando ocorre a morte celular, se transformam em células adultas para suprir a falta das células perdidas.

A musculatura estriada esquelética corresponde a 40 % da massa total de um homem e 25 % da massa de uma mulher. Na verdade, são mais de 500 músculos diferentes, localizados nos membros inferiores e superiores, nas costas, e na

parede abdominal, na face, no pescoço, etc. Essa musculatura, diferentemente do músculo liso, apresenta uma contração rápida, forte e voluntária, isto é, depende da vontade do organismo.

 

Tecido muscular estriado esquelético

Esquema do tecido muscular estriado esquelético

Tecido muscular estriado cardíaco

As fibras musculares do tipo estriadas cardíacas são encontradas exclusivamente no músculo do coração, o miocárdio. São microscópicas, de aspecto cilíndrico e possuem geralmente um único núcleo central. Suas fibras são estriadas como a musculatura esquelética e apresentam-se ramificadas, como se existisse interconexões entre as células, os chamados discos intercalares.

Essa musculatura não sofre divisão por mitose e apresenta um tipo de contração parecida com a da musculatura estriada esquelética: rápida e forte, só que nesse caso involuntária.

Por: Renan Bardine, em 12/06/2012
 

Veja também:



Comente:



Receba atualizações do site:

© Todos os direitos reservados à Cola da Web.com
Siga-nos:
O Cola da Web auxilia sua vida escolar e acadêmica ajudando-o em suas pesquisas e trabalhos. O Cola da Web NÃO faz a venda de monografia e É TOTALMENTE CONTRA a compra de trabalhos prontos, assim como, NÃO APOIA e NÃO APROVA quem deseja comprar Trabalhos Prontos, por isso nós incentivamos o usuário a desenvolver por conta própria o seu trabalho escolar, TCC ou monografia.