Home / Educação Física / O corpo nas aulas de educação física

O corpo nas aulas de educação física

Trabalho sobre o corpo nas aulas de educação física na perspectiva da corporeidade

No decorrer da história, o corpo vem sendo alvo de interesse para o homem. No século XVIII, este corpo foi visto como passível de adestramento, com a docilidade, que consiste em “construir” corpos dóceis. Esta prática vem sendo utilizada até hoje, em algumas escolas que entendem o corpo como sinônimo se desordem; nesse contexto, crianças são punidas pelo dito mau comportamento com a restrição das atividades prazerosas praticadas na escola. Essa atitude se contradiz à contextualização da corporeidade, sendo este termo o significado da unificação entre o corpo e a mente. A relevância da pesquisa encontra-se representada na elaboração de políticas socioeducativas. O presente trabalho tem como objetivo, fornecer uma melhor percepção sobre a corporeidade e seu significado.

METODOLOGIA

Os dados para o desenvolvimento dessa pesquisa foram coletados em levantamentos bibliográficos e sites na internet.

RESULTADOS

Constatou-se com esta pesquisa a necessidade de haver uma maior importância no que diz respeito à corporeidade. A educação se refere ao desenvolvimento do indivíduo como um todo e por isso deve abranger todas as partes, corpo e mente juntos. A educação física deveria estar engajada nos princípios da unidade e manifestar na sua pratica escolar; preocupações com o crescimento e desenvolvimento da criança, acompanhados de autonomia, criatividade, liberdade e prazer.

CONCLUSÃO

Este trabalho teve como meta principal fornecer uma melhor percepção sobre a corporeidade, e conclui-se que o significado desta ainda está do que se pretende. Não deixando de lembrar sobre as atitudes autoritárias de docentes, que buscam um adestramento do discente, praticando o dualismo e a fragmentação. Para que este método dualista seja abolido, faz-se necessário o profissional analisar algumas considerações importantes como estabelecer com a escola a possibilidade de a criança ser, sentir e vivenciar o seu corpo na escola.

Autoria: Barbara Amaral Maia

Veja também

edfisica

A Formação em Educação Física

Informações sobre o Currículo de Graduação O Curso de Licenciatura em Educação Física já conviveu ...

Comentários