Home » Geografia » Território Brasileiro

Território Brasileiro

Singularidades do território brasileiro

O Brasil apresenta uma série de características próprias que o torna, dentro de certos limites, uma nação sui generis. Vejamos:

a) Face à sua enorme extensão territorial, poder-se-ia esperar a presença de áreas vulcânicas ou sujeitas a abalos sísmicos, tão comuns nos países bastante extensos.

b) Praticamente, toda a superfície territoral brasileira é possível de ser habitada, em virtude da ausência de desertos ou elevadas cadeias montanhosas.

c) Somos o único País do globo atravessado simultaneamente pelo Equador e Trópico de Capricórnio.

d) Temos também exclusividade de nação constituída em sua maioria por brancos, dentro da faixa tropical da Terra. Conseguimos, assim, provar que o homem branco não só pode se fixar na zona tórrida, como implantar uma grande civilização.

e) Não existe nenhuma nação tão grande quanto a nossa, que não apresente problemas de diversidade cultural (línguas, costumes e tradições), problemas esses ausentes no Brasil.

f) Possuímos a mais extensa costa para o mais importante dos oceanos: o Atlântico.


Vantagens e desvantagens da grande extensão territorial

A grande extensão territorial brasileira implica, por um lado, maior campo de ação para a agricultura, graças à diversidade das zonas climáticas. As possibilidades de recursos vegetais, animais e mineirais são também mais variadas e mais amplas.

Por outro lado, a enorme extensão territorial cria aos órgãos governamentais o problema das grandes distâncias a serem vencidas por ferrovias e rodovias de elevado custo. Assim, por exemplo, uma viagem de São Paulo a Porto Alegre tem uma distância que, na Europa, atravessaria Portugal, França, Bélgica, Holanda e Alemanha.

Além das enormes distâncias que encarecem sobremaneira a produção, a grande extensão territorial pode vir a criar problemas de diferenciação social, política e econômica entre as diversas regiões do País.


Limites e pontos extremos

O território brasileiro limita-se com o Oceano Atlântico em 7.367 km de costa e o restante com países vizinhos =15.719 km, totalizando 23.086 km de extensão de sua linha divisória.

Norte: Guiana Francesa (2,83%), Suriname (2,58%), República da Guiana (6,94%) e Venezuela (6,47%).

Noroeste: Colômbia (7,11%).

Oeste: Peru (12,95%) e Bolívia (13,52%).

Sudoeste: Paraguai (5,79%) e Argentina (5,46%).

Sul: Uruguai (4,34%).

Norte, Nordeste, Leste e Sudeste: Oceano Atlântico (32,03%).

As fronteiras terrestres são dos mais diferentes tipos, predominando as naturais, constituídas por rios, lagos e serras.

Os rios perfazem 50% das fronteiras; serras 25%; linhas geodésicas 20% e lagos 5%.

• Os pontos extremos são:

Norte: Nascente do Rio Ailã, na Serra do Caburaí (5°16'20" de latitude norte), no Estado de Roraima, fronteira com a Guiana.

Leste: Ponta Seixas, na Paraíba (34°47'30" de longitude oeste).

Sul: Arroio Chuí, no Rio Grande do Sul (33°45'03" de latitude sul), fronteira com o Uruguai.

Oeste: Nascente do Rio Moa, na Serra de Contamana, no Estado do Acre (73°59'32" de longitude oeste), fronteira com o Peru.

DISTÂNCIA ENTRE OS PONTOS EXTREMOS

Norte-Sul: 4.394.770 km

Leste-Oeste: 4.319.402 km


Veja também:



Comente!

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados: Proibida a reprodução sem autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98)

O Cola da Web auxilia sua vida escolar e acadêmica ajudando-o em suas pesquisas e trabalhos. O Cola da Web NÃO faz a venda de monografia e É TOTALMENTE CONTRA a compra de trabalhos prontos, assim como, NÃO APOIA e NÃO APROVA quem deseja comprar Trabalhos Prontos, por isso nós incentivamos o usuário a desenvolver por conta própria o seu trabalho escolar, TCC ou monografia.
R7 Educa‹o