Home Química > Físico-Química > Fenômenos Químicos e Físicos

Fenômenos Químicos e Físicos

No Universo, a matéria não é criada nem destruída, apenas transformada. Sendo assim, a física, a química e todas as ciências contribuem para a transformação da matéria, quer em sua composição, quer em sua posição no Universo. Essas transformações recebem o nome de fenômenos.

Dominando esses conceitos básicos, é possível perceber as diferenças e as semelhança que ocorrem entre o fenômeno físico e o fenômeno químico, seguindo alguns critérios, conforme mostra a tabela a seguir:

Critérios Fenômeno físico Fenômeno químico
Ocorrência Matéria Matéria
Estrutura Não alteram a estrutura da matéria e, portanto, não ocorre a transformação em outra substância. Alteram a estrutura da matéria ou a sua constituição interna, resultando na formação de novas substâncias.
Exemplos Amassar uma folha de papel, quebrar um vidro; colocar água na geladeira; evaporação do álcool. Queima de uma vela; escurecimento da prata, formação da ferrugem no ferro.

Não existem apenas fenômenos físicos e químicos. Há também os fenômenos relacionados com a matéria viva, sendo denominados fenômenos biológicos.

Quando esse fenômeno envolve uma reação química, ele é chamado fenômeno bioquímico. É o que acontece, por exemplo, durante a mastigação e também na síntese de compostos do metabolismo.

A natureza é um laboratório em que ocorrem grandes transformações químicas.

Publicidade

Afinal, o que é transformação? Transformação significa modificação, mudança, alteração.

A transformação física altera o formato da matéria, porém sua identidade química (temperatura de fusão e de ebulição, densidade, composição) permanece inalterada.

Na transformação química, ocorre a alteração química das substâncias envolvidas. Então, enquanto na transformação física a identidade química da matéria envolvida é preservada, na transformação química, a identidade química da matéria envolvida é totalmente alterada.

Para melhor entendimento, exemplifica-se com a queima do carvão. O fenômeno que ocorre com esse material não é “passageiro”, isto é, de pois de queimado, não é possível recuperar o carvão inicial. Nesse caso, diz-se que o fenômeno é irreversível. Essa transformação é um exemplo de reação química.

Colocar uma substância junto com outra, ocorrerá uma reação. Mas é importante considerar que misturar (fenômeno físico) é totalmente diferente de reagir (fenômeno químico). Para que duas ou mais substâncias reajam, é necessário que exista uma afinidade química entre elas.

Resumindo:

Uma substância sofre transformação física, quando não há alteração na sua constituição (ou natureza) atômica.

Exs: as mudanças de estado são transformações físicas, a dissolução do sal, ou açúcar, na água, bem como a recuperação de ambos por evaporação da água, são fenômenos físicos, a mudança da cor do ferro durante seu aquecimento ou a fragmentação do giz, quando atritado no quadro-negro, também são fenômenos físicos, etc.

Uma substância sofre transformação química, quando há alteração na sua natureza atômica, o que impede a recuperação da substância (por métodos elementares).

Exs: combustões, decomposições, digestões, cozimentos, etc. Todos esses fenômenos recebem o nome de reações químicas.

Autoria: Éderson Antunes

Veja também: