Biologia

Propriedades da Água

A água é a substância mais abundante tanto dentro do corpo humano quanto em nosso planeta. É, também, a substância mais procurada por astrônomos em outros corpos celestes, já que ela torna possível a vida como a conhecemos aqui na Terra.

Todos os seres vivos são formados por água e vivem em habitats determinados pela quantidade de água existente, o que faz dessa substância o elemento fundamental para a vida na Terra e possivelmente encontrado em outros planetas.

Apesar de 70 a 75% da superfície da Terra estar imersa em água, ela não está acessível ao consumo do ser humano quando se encontra na forma de gelo ou vapor, por exemplo.

A molécula de água é formada por dois átomos de hidrogênio ligados a um átomo de oxigênio, por meio de ligações covalentes. Como os elétrons são deslocados para perto do átomo de oxigênio, formando uma zona negativa e outra positiva do lado oposto, podemos classificá-la como uma molécula polar.

As propriedades da água

Coesão

Uma característica importante é que as moléculas de água fazem ligações de hidrogênio, ou seja, os átomos de hidrogênio (com carga positiva) interagem com outro átomo mais eletronegativo, como é o caso do oxigênio (com carga negativa).

Representação de ligações de hidrogênio - propriedade de coesão da água.
Ligações de hidrogênio unem as moléculas de água. Como a disposição espacial desses átomos não é linear, eles formam um ângulo.

Essa ligação, conhecida como propriedade de coesão, possibilita que as moléculas ­fiquem fortemente unidas, garantindo que a água seja estável e fluida em condições normais de temperatura e pressão.

Adesão

A adesão é responsável pela aderência das moléculas de água a outras substâncias polares. Essa capacidade permite, por exemplo, a água molhar, pois se mistura com outras substâncias.

Transporte de substâncias

A capilaridade é um fenômeno físico resultante das interações entre as forças de adesão e coesão da molécula de água. É a capacidade que essa substância tem de ser “contínua” e conseguir atravessar poros, subir por tubos ou descer por superfícies.

É graças à capilaridade que a água passa por espaços estreitos, contra a gravidade. Um exemplo disso é a forma como as plantas obtêm água e nutrientes diluídos provenientes do subsolo.

Tensão superficial

Essa força de atração entre as moléculas possibilita a existência de um fenômeno chamado de tensão superficial, que aparenta ser uma película ­ fina na superfície da água, formada pelas ligações de hidrogênio (coesão) entre as moléculas.

Por causa dessa característica, insetos conseguem pousar sob a água sem afundar. A água tem uma tensão superficial maior que dos outros líquidos.

Inseto de cerca de 1,5 cm de comprimento pousado sob a água.
Evento possível em virtude da tensão superficial resultante da resistência das ligações de hidrogênio.

Calor específico

Outro aspecto importante das moléculas de água é o alto calor específico. Ou seja, é necessária muita energia para que ela altere sua temperatura, o que faz com que essas moléculas consigam absorver ou ceder uma grande quantidade de calor sem alterar seu estado físico.

Como consequência, a água é considerada termorreguladora, por conseguir estabilizar a temperatura corporal dos seres vivos compatíveis às condições ambientais.

Mulher bebendo água de uma garrafa.
A água é considerada termorreguladora em virtude de seu alto calor específico. Por isso, quando estamos com calor, ela é capaz de regular nossa temperatura.

Solvente universal

A água em qualquer um dos seus estados (sólido, líquido ou gasoso) é considerada um solvente universal, por favorecer as reações químicas nas células e por dissolver a maioria dos solutos, dissociando-os ou hidratando-os.

Isso ocorre porque as moléculas de água têm capacidade de hidrossolubilidade. Ou seja, conseguem facilmente separar ou dissociar partículas em virtude de seu caráter polar, o que reduz as forças de atração dos íons encontrados em outras substâncias, possibilitando a eles se dissociar.

As substâncias que são dissolvidas na água são hidrofílicas (hidro = água; philus = amigo), enquanto as que não se dissolvem são hidrofóbicas (hidro = água; phobos = medo). Por exemplo, a água não adere às moléculas apolares, como as de gordura, de óleo e de cera, que são lipídios. É por isso que a água forma gotas em superfícies enceradas ou oleosas.

Outras funções importantes da água são

  • é a molécula fundamental no processo de hidrólise (hidro = água; lise = quebra), no qual há quebra de uma molécula na presença de água, para resultar em outros dois compostos distintos com os elementos advindos dessa quebra;
  • é necessária para que as enzimas consigam atuar como catalisadoras das reações químicas;
  • atua na distribuição das substâncias nas células por meio de seu fluxo (ciclose);
  • lubrifica as articulações e os olhos, além de compor a saliva.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: