Home Língua Portuguesa > Advérbios de Intensidade – “de mais” e “demais”

Advérbios de Intensidade – “de mais” e “demais”

Os advérbios pertencem à classe de palavras invariáveis, ou seja, que não se flexionam, entretanto, há hoje uma tendência de inadequação a essa regra gramatical. Como o próprio nome já diz, são palavras que se juntam aos verbos e têm a capacidade de modificá-los. Servem para expressar circunstâncias em torno da ação verbal.

Publicidade

Há casos de advérbios que também são capazes de modificar a adjetivos (comprei muito barato) ou até mesmo a outros advérbios (você cantou muito bem), como é o caso dos advérbios de intensidade que serão abordados neste artigo.

Segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB), são esses os advérbios de intensidade: assaz, bastante, bem, demais, mais, meio, menos, muito, pouco, quanto, quão, quase, tanto, tão, excessivamente, demasiadamente, etc.

Atenhamo-nos em especial ao advérbio “demais”, visto que é motivo de dúvidas recorrentes devido à homofonia (semelhança de sons e diferente grafia) com a locução “de mais”.

Iniciemos por esclarecer o significado do advérbio “demais” que, segundo o Houaiss, significa em excesso; de maneira muito forte; os outros, os que sobram. Em caráter de exemplificação acompanhe: Elas falaramdemais (em excesso); O filme me agradou demais (de maneira muito forte); Os demais ficaram em casa (os outros).

Advérbio

Prossigamos!

A locução “de mais” simboliza o contrário de “de menos”, analisando que pode aparecer com o sentido de “a mais”, como em “Há pessoas de mais inscritas neste concurso!”. Nessa situação, a expressão deixa de ter valor de advérbio e passa a valer como adjetivo, pois caracteriza um substantivo (inscritas).

Publicidade

Por: Miriã Lira

Veja também: