Home Biologia > Reinos > Categorias Taxonômicas

Categorias Taxonômicas

Tendo a espécie como a unidade básica da classificação, Lineu criou, a partir dela, categorias taxonômicas organizadas da seguinte maneira:

As espécies com grandes semelhanças foram reunidas em categorias maiores chamadas gêneros.

Sempre seguindo essa ideia de inclusão de classes, em que uma categoria mais abrangente inclui outra, os gêneros semelhantes são agrupados formando famílias, que, por sua vez, são reunidas em conjuntos maiores chamados ordens.

Atualmente, além dessas categorias taxonômicas criadas por Lineu, há também as classes, que são formadas por conjuntos de ordens semelhantes, e os filos, nos quais estão incluídas as classes que guardam certas semelhanças entre si. Por último, temos a categoria maior, que é o reino, em que estão reunidos todos os filos.

Importante
Essa forma de classificação procura basear-se na evolução, ou seja, procura mostrar as relações de parentesco entre os grupos. Para isso, é necessário estudar algumas características dos seres vivos, tais como a forma, a quantidade e a função de algumas partes do corpo, a composição química, o tipo de reprodução, o comportamento e outras.

Categorias taxonômicas

  • Espécies: possuem características semelhantes e aparentadas entre si e são reunidas no mesmo gênero.
  • Gêneros: os semelhantes e aparentados entre si são reunidos, formando as famílias.
  • Famílias: são grupos que reúnem os gêneros semelhantes e aparentados entre si.
  • Ordens: são grupos que reúnem as famílias semelhantes e aparentadas entre si.
  • Classes: são grupos que reúnem as ordens semelhantes e aparentadas entre si.
  • Filos: são grupos que reúnem as classes que guardam semelhanças e são aparentadas.
  • Reinos: reúnem os filos semelhantes e aparentados entre si.

Categorias taxonômicas

Vejamos um exemplo de classificação:

Todas as raças de cachorros que temos em nossas casas, como poodle, fox, labrador e outros, são capazes de se cruzarem e produzirem descendentes férteis. Por isso, pertencem à espécie Canis familiaris.

O cão doméstico (Canis familiaris) e o lobo (Canis lupus) são espécies diferentes que estão agrupadas num mesmo gênero, que é o Canis.

Exemplo de categoria taxonômica.

Já a espécie Vulpes vulpes (raposa) pertence a um outro gênero, que é o Vulpes.

O gênero Canis e o gênero Vulpes pertencem à família dos Canídeos.

A família dos Canídeos apresenta uma série de semelhanças com a família dos Felídeos (gatos, onças, tigres), com a dos Ursídeos (ursos) e com outras mais. Todas essas famílias formam a ordem dos Carnívoros.

As ordens dos carnívoros, roedores (ratos), primatas (macacos, ser humano), cetáceos (baleia, golfinho) e outras formam uma classe, que é a dos mamíferos.

As classes dos mamíferos, das aves, dos répteis, dos anfíbios, dos peixes e outras formam o filo dos Cordados.

Este e outros filos formam o reino Animal.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: