Home História > Capitalismo X Socialismo

Capitalismo X Socialismo

Os conflitos e contradições surgidos com o desenvolvimento industrial dos séculos XVIII e XIX deram origem a várias correntes ideológicas que pretenderam justificar e apoiar o capitalismo (doutrinas liberais) ou condená-lo e destruí-lo (doutrinas socialistas).

Publicidade

Capitalismo

No capitalismo, pode-se perceber que muitas relações sociais são pautadas pela utilização do dinheiro. O lanche que você compra no colégio ou o passeio que faz só são possíveis graças ao dinheiro, que é utilizado para obter os produtos de que precisamos.

Assim, capital no sentido econômico é todo bem que um indivíduo possui como seu patrimônio. Pode ser uma quantia em dinheiro, uma aplicação bancária ou, ainda, um meio físico de produção como a terra.

Capitalismo é o modo de produção baseado na propriedade privada dos meios de produção (fábricas, terras, matérias-primas e ferramentas) e na busca do lucro, a fim de ampliar o capital à sua disposição, repor as matérias-primas e as ferramentas e pagar os salários.

Dessa forma, existe a burguesia, dona dos meios de produção e responsável pela circulação de riquezas (casas comerciais, bancos e etc.), e o proletariado, conjunto de trabalhadores que vendem a sua força de trabalho (capacidade física de trabalhar) para esta burguesia, que, em troca, paga-lhes um salário pelos serviços prestados.

Com os salários, os trabalhadores compram os bens necessários para sua sobrevivência e a de sua família.

Na sociedade capitalista, o desenvolvimento da produção é movido pelo desejo de lucro e a economia é baseada no mercado por meio das relações de oferta, de procura e de livre concorrência.

Principais teóricos: Adam Smith (1723- 1790); Thomas Malthus (1766-1834); David Ricardo (1772-1823).

Saiba mais em: Fases do Capitalismo.

Publicidade

Socialismo

O socialismo apoia-se na propriedade coletiva (social) dos meios de produção, manifestando maior preocupação com as necessidades materiais e culturais dos cidadãos, como emprego, educação, saúde, habitação, cultura e lazer.

Dessa forma, não existe a separação entre os proprietários dos meios de produção e os trabalhadores que vendem a sua força de trabalho, tampouco os salários são desiguais em virtude da maior ou menor qualificação do trabalhador.

No socialismo, a economia é planificada e a produção é planejada; em conjunto, visa atender às necessidades da população por meio do controle dos meios de produção, que são administrados pelo Estado.

Doutrinas socialistas

  • Socialismo utópico: primeira corrente socialista que pregava a justiça social e criticava a grande propriedade por representar a essência da exploração.
  • Socialismo científico: segunda corrente socialista , pregava que os trabalhadores deveriam tomar consciência da sua importância histórica e instalar a ditadura do proletariado, tomando para si os meios privados de produção, que seriam estatizados, objetivando a construção de uma sociedade mais justa.

Saiba mais em: Socialismo Científico e Tipos de Socialismo.

Diferenças entre o capitalismo e o socialismo

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: