Home > Química > Química Ambiental > Gases Poluentes Atmosféricos

Gases Poluentes Atmosféricos

As atividades industriais, os transportes e a mineração produzem gases poluentes que podem contaminar a atmosfera e prejudicar a saúde das pessoas.

Publicidade

Poluentes atmosféricos

A principal fonte de emissão dos poluentes atmosféricos são os automóveis, o aquecimento doméstico e as indústrias.

Tanto para a saúde humana como para a dos demais seres vivos e para o clima, os poluentes constituem um problema grave.

Publicidade

A poluição pode converter-se em um problema global cujas consequências afetam muitas pessoas ou até mesmo o planeta, como ocorre nos seguintes casos:

  • Chuva ácida. A poluição produzida num lugar provoca a chuva ácida que pode cair em outro local, às vezes afastado. Afeta a vegetação e pode chegar a causar a destruição de florestas inteiras.
  • Buraco na camada de ozônio. Substâncias poluentes liberadas na atmosfera em qualquer lugar do planeta destroem a camada de ozônio, que protege os seres vivos dos raios ultravioletas, nocivos à saúde.
  • Aumento do efeito estufa. O consumo excessivo de derivados de petróleo pode causar aumento da temperatura média da atmosfera.

Tipos de poluentes de acordo com sua procedência

Os poluentes primários são os que procedem diretamente das combustões ou outro tipo de reação química, por exemplo: o monóxido de carbono (CO), o óxido nítrico (NO) e o dióxido de enxofre (SO2).

Os poluentes secundários são aqueles que se originam da interação química entre os poluentes primários e os compostos da atmosfera ativados pela luz solar, por exemplo: o ácido sulfídrico (H2S), que deriva do dióxido de enxofre (SO2), e o ácido nítrico (HNO3), que deriva do dióxido de nitrogênio (NO2).

poluentes-atmosfericos
Os poluentes primários que procedem de fontes naturais e antropogênicas podem formar os poluentes secundários.

Principais poluentes

Dióxido de enxofre

O dióxido de enxofre (SO) é um gás incolor e não inflamável, de odor acre e irritante. Provém da produção energética e térmica que deriva do consumo de combustíveis fósseis que contêm enxofre. A maior parte do enxofre nocivo se forma durante o processamento de gás natural e refinamento do petróleo.

Monóxido de carbono

O monóxido de carbono (CO) é um gás incolor, inodoro e insípido. É o poluente mais abundante e de maior distribuição na camada inferior da atmosfera. A origem principal do CO pelas atividades humanas é a combustão incompleta dos combustíveis.

Gás carbônico

O gás carbônico (CO2) é um gás incolor, inodoro e 1,5 vez mais denso que o ar. É componente natural da atmosfera. Nos processos de produção de energia, como no aquecimento doméstico e no transporte, esse composto é liberado e suas elevadas concentrações podem ser poluentes.

CFC

Os clorofluorocarbonos (CFC) são gases inertes. Trata-se de substâncias de origem antrópica, responsáveis, entre outras coisas, pela intensificação do efeito estufa.

Óxidos de nitrogênio

Os óxidos de nitrogênio (NO e NO) são um grupo de gases formados por nitrogênio e oxigênio. A emissão natural de óxido de nitrogênio é quase 15 vezes maior que a realizada pelo ser humano. O óxido nítrico é relativamente inofensivo, mas o dióxido de nitrogênio pode causar danos à saúde, prejudicar o sistema respiratório e, além disso, contribuir para a formação da chuva ácida.

Dioxinas

As dioxinas são produtos orgânicos incolores e inodoros. Originam-se a partir de fenómenos naturais, como a atividade vulcânica e os incêndios florestais, mas as fontes mais importantes são as usinas de incineração, a queima de madeira e a indústria de metais.

Partículas

Os poluentes que não estão na atmosfera sob a forma de gases são classificados como partículas. Podem ser sólidas ou líquidas.

Ozônio troposférico

O ozônio da estratosfera protege contra as radiações ultravioleta do Sol. Mas certas reações químicas produzem uma diminuição desse componente, ocasionando aumento de sua concentração na troposfera, o que é prejudicial para a respiração dos seres vivos.

Efeitos e fontes dos poluentes atmosféricos

Poluentes
Efeitos
Principais Fontes
Dióxido de enxofre Doenças do sistema Respiratórios (até morte) Veículos automotores, indústrias e combustíveis domésticos
Óxido de Nitrogênio
Tosse e bronquite
Veículos automotores, aviões, incineradores, fertilizantes e queimadas
Gás carbônico
Aumento da temperatura do ar, mal-estar e dores de cabeça
Veículos automotores, indústrias e combustão em geral
Inseticidas
Intoxicações
Indústrias de inseticidas e lavouras
Monóxido de carbono
Dores de Cabeça, Vômitos, inconsciência e morte
Veículos automotores, indústrias de refino de petróleo e metalúrgicas
Nitrogênio
Câncer
Metalúrgicas
Partículas de amianto
Câncer
Pastilhas de freios (nas freadas)
Partículas de Chumbo
Doenças do sistema nervoso e intoxicações
Veículos automotores, aditivos, da gasolina e indústria química
Partículas de zinco
Doenças cardíacas e pulmonares
Metalúrgicas

Por: Bruno Freire Naves

Veja também:

Publicidade

Comentários