Home Biologia > Bioquímica > Aminoácidos

Aminoácidos

Os aminoácidos são as unidades formadoras das proteínas. Diferentemente dos carboidratos e das gorduras, formados basicamente por átomos de carbono, de hidrogênio e de oxigênio, os aminoácidos possuem átomos de nitrogênio nas suas moléculas.

Publicidade

Podemos observar, nessa molécula de aminoácido, a coexistência de dois radicais importantes: um grupamento amina (NH2) e um grupamento carboxila (COOH). Como o grupamento carboxila caracteriza um conjunto de substâncias chamadas ácidos carboxílicos, a molécula recebe a designação de aminoácido.

Aminoácido
Fórmula estrutural de um aminoácido.

Vemos, ainda, um radical representado pela letra R. Trata-se de um radical que varia de uma molécula para outra. Na natureza, existem 21 aminoácidos diferentes, e eles se distinguem entre si por esse radical R. Pode ser um simples átomo de hidrogênio, como no aminoácido glicina, ou um grupamento CH3, como na alanina. Em dois dos aminoácidos encontrados na natureza, a metionina e a cisteína, encontram-se átomos de enxofre no radical R.

Tipos de aminoácidos

Os animais podem produzir alguns aminoácidos a partir de carboidratos, pela transferência, para eles, do grupamento NH2 obtido das proteínas da dieta. Dos 21 aminoácidos encontrados na natureza, alguns não são sintetizados pelos animais, e devem ser obtidos na alimentação. Esses são chamados de aminoácidos essenciais. Os demais aminoácidos podem ser produzidos e são chamados de aminoácidos naturais. Observe como é importante comer alimentos ricos em proteínas, pois eles são fontes de aminoácidos.

A relação dos aminoácidos essenciais varia de uma espécie animal para outra. Para a espécie humana, por exemplo, dos 21 aminoácidos, 8 são essenciais, como, por exemplo, arginina, fenilalanina, histidina, leucina, metionina, entre outros, e 13 são naturais, como, por exemplo, glicina, alanina, arginina, serina, cisteína, tirosina, entre outros.

Os 21 aminoácidos essenciais e naturais:

Alanina: componente principal do tecido de conexão, elemento intermediário do ciclo glucose-alanina, que permite que os músculos e outros tecidos tirem energia dos aminoácidos e obtenham sistema de imunização, ajuda a melhorar o sistema imunológico.

Cistina: contribui para fortalecer o tecido de conexão e ações antioxidantes no tecido, ajuda na recuperação, estimula atividade das células brancas no sangue e ajuda a diminuir a dor de inflamação, essencial para a formação de pele e cabelo.

Ácido glutâmico: percussor da glutamina, prolina, ornitina, arginina, glutathon e gaba, fonte potencial de energia, importante no metabolismo do cérebro e metabolismo de outros alfa-aminoácidos.

Glutamina: alfa-aminoácido mais abundante, importante nas funções do sistema imunológico, importante fonte de energia especialmente para os rins e intestinos durante restrições calóricas, no cérebro ajuda à memória e estimula a inteligência e a concentração.

Glicina: ajuda na fabricação de outros alfa-aminoácidos e é parte da estrutura da hemoglobina e cytocromos (enzimas envolvidas na produção de energia) tem um efeito calmante e é usado muitas vezes para tratar pessoas maníacos depressivas e pessoas agressivas, reduz a vontade de comer açúcar, produz glucagon, que mobiliza glycogen.

Ornitina: ajuda aumentar a secreção de hormônio do crescimento em doses altas, ajuda no sistema imunológico, nas funções do fígado e na cicatrização.

Prolina: importante na formação de tecido de conexão e músculo do coração, facilmente mobilizado para energia muscular, o ingrediente mais importante do colágeno.

Serina: importante na produção de energia das células, ajuda a memória e funções do sistema nervoso, melhora o sistema imunológico, produzindo imunoglobulinas e anticorpos.

Taurina: ajuda na absorção e eliminação de gorduras, atua como neuro-transmissor em algumas áreas do cérebro e retina. Ajuda para uma melhor absorção da creatina pelo organismo.

Publicidade

Isoleucina: usado para energia pelo tecido muscular, usado para prevenir perda muscular em pessoas debilitadas, essencial na formação de hemoglobina. Um dos alfa-aminoácidos da cadeia BCAA.

Leucina: usado como fonte de energia, ajuda a reduzir a queda de proteína muscular, modula o subir dos percussores neuro-transmissor pelo cérebro assim como soltar das encefálicas, que impedem a passagem dos sinais de dor para o sistema nervoso, promove cicatrização da pele e ossos quebrados. Também faz parte dos BCAAs.

Valina: alfa-aminoácido interligado (em corrente), não é processado pelo fígado, ativamente absorvido pelo músculo, influencia a tomada pelo cérebro de outros neuro-transmissores (triptofano, fenilalanina, tirosina).

Histidina: absorvem ultravioleta na pele, importante na produção de células vermelhas e brancas, usado no tratamento de anemias, doenças alérgicas, artrite, reumatismo e ulceras digestiva.

Lisina: baixos níveis podem diminuir a síntese protéica, afetando o músculo e tecidos de conexão, inibe vírus, usado no tratamento de herpes simples, este alfa-aminoácido + vitamina forma a l-carnitina, um bioquímico que possibilita ao tecido muscular a usar oxigênio com maior eficiência retardando a fadiga, ajuda no crescimento ósseo, auxiliando a formação do colágeno, a fibra protéica que produz ossos, cartilagem e outros tecidos conectivos.

Methionina: percussor da cistina e da creatina, ajuda a aumentar os níveis antioxidantes (glutathione) e reduzir os níveis de colesterol no sangue, ajuda a remover restos tóxicos do fígado e ajuda na regeneração do fígado e rins.

Fenilalanina: maior percussor da tirosina melhora o aprendizado, memória, temperamento, e alerta mental, usado em alguns tipos de depressão, elemento principal na produção de colágeno, tira o apetite.

Treonina: desintoxicastes, ajuda a prevenir o aumento de gordura no fígado, componente importante do colágeno, é baixo nos vegetarianos.

Triptofano: percussor principal da serotonina neuro-transmissor que oferece efeito calmante, estimula a produção de GH, encontrados nas fontes de comidas naturais, promove sonolência, por isso deve ser consumido à noite.

Arginina: pode aumentar a secreção de insulina e glucagon e GH , ajuda na reabilitação de ferimentos, formação de colágeno e estimula o sistema imune , percussor da creatina , acido gama amino buturico (GABA , um neuro-transmissor do cérebro), pode aumentar a contagem de esperma e a resposta T-lymphocyte.

Cisteina: ajuda a prevenir danos oriundos de álcool e tabaco, estimula a atividade das células brancas no sangue.

Tirosina: percussor dos neuro-transmissores dopamina, norepinefrina e epinefrina, assim como a tireoide, GH, melanina (pigmento responsável pela cor do cabelo), aumenta a sensação de bem estar.

Por: Daniel Alberto dos Santos

Veja também: