Home Biologia > Bioquímica > Proteínas

Proteínas

As proteínas são macromoléculas orgânicas encontradas em grande quantidade na estrutura celular. Estão presentes em todas as células, como também nos vírus e em unidades infecciosas especiais chamadas de príons.

Publicidade

As proteínas são formadas pelo encadeamento de unidades especiais denominadas de aminoácidos, ligados entre si por ligações peptídicas.

Um aminoácido, por sua vez, é formado por um carbono onde se ligam: um hidrogênio, um grupo amina (NH2), de caráter básico, um grupo carboxila (COOH), de caráter ácido, (de onde vem o nome aminoácido) e uma porção variável, um radical com 20 diferentes tipos de cadeias, já que existem nos seres vivos 20 tipos diferentes de aminoácidos.

Apesar de existirem apenas 20 tipos de aminoácidos, o número de proteínas diferentes em um organismo é muito grande, porque elas podem variar em número de aminoácidos. Sendo assim, duas proteínas podem diferenciar-se de acordo com a ordem com que esses aminoácidos estão dispostos na molécula proteica.

Fórmula geral de um aminoácido:

Aminoácido
R é normalmente uma das 20 cadeias laterais diferentes.

Estes aminoácidos fazem ligações especiais chamadas de ligações peptídicas, que correspondem à união do grupo carboxila de um peptídeo com o grupo amina de um outro peptídeo. Com isso, ocorre a liberação de uma molécula de água formando dipeptídios, tripeptídios, até cadeias polipeptídicas, também denominadas proteínas.

Esquema mostrando uma ligação peptídica, em azul, entre dois aminoácidos, com liberação de uma molécula de água:

Publicidade
Ligação peptídica
A ligação peptídica é a ligação entre 2 aminoácidos.

As proteínas variam em número, tipos e sequência de aminoácidos na sua estrutura. Essa ordem e disposição dos aminoácidos ao longo da cadeia proteica é o que se denomina de estrutura primária. Essa disposição é de extrema importância para a função que a proteína vai exercer. Muitas vezes, a simples inversão ou alteração de um tipo de aminoácido da cadeia é suficiente para que a proteína perca a sua função normal.

As proteínas apresentam inúmeras funções nos organismos, sendo a principal delas a estrutural. Por exemplo, a queratina presente na estrutura do cabelo e das unhas e o colágeno, na estrutura da pele.

Algumas proteínas, no entanto, apresentam função de defesa, sendo denominadas anticorpos, enquanto outras, como a hemoglobina, auxilia no transporte de O2 e CO2 no corpo. Há, também, as proteínas que conseguem acelerar as reações químicas que ocorrem nas células, a elas dá-se o nome de enzimas.

Por: Renan Bardine

Veja também: