Home Doenças > Giardíase

Giardíase

giardíase é uma doença intestinal mais frequente em crianças, por causa da falta de hábitos higiênicos. O cisto suporta até dois meses no meio externo, é resistente ao processo de cloração da água, embora não resista à fervura, e pode sobreviver muito tempo embaixo das unhas.

Publicidade

O agente etiológico da giardíase é o protozoário flagelado Giardia lamblia, possivelmente o parasita intestinal com maior número de cistos encontrados em águas de córregos usados na irrigação de hortaliças. Em sua forma adulta, apresenta formato de pera e quatro pares de flagelos; na forma de cisto, é ovalado.

Transmissão

A transmissão da giardíase normalmente ocorre pela ingestão de água ou alimentos com cistos. O desencistamento inicia-se no estômago e é completado no intestino, onde o parasita adulto se fixa. É comum a adesão das formas adultas à superfície exterior das células duodenais. No intestino, ocorrem a reprodução e a formação de cistos que se desprendem da mucosa intestinal e são liberados com as fezes para o meio exterior, onde podem contaminar novas pessoas.

Publicidade
Agente etiológico da giardíase.
Esquema representativo de Giardia lamblia.

Sintomas

A giardíase é, geralmente, assintomática e, muitas vezes, crônica. Há casos, entretanto, em que ocorrem certos sintomas, como dor abdominal, irritabilidade, falta de apetite, náusea; sinais como vômito e diarreia também podem estar presentes. Como as giárdias ocorrem em grande número, podem interferir na absorção de nutrientes pela mucosa intestinal, ao recobrirem-na ou liberarem alguma toxina.

Profilaxia

A profilaxia consiste em saneamento básico, tratamento dos doentes, higiene pessoal, tratamento da água e cuidados com os alimentos, principalmente com as verduras que serão ingeridas cruas.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: