Home Português > Regras de Acentuação Gráfica

Regras de Acentuação Gráfica

Quem diz que a língua portuguesa tem muito acento está mal informado. Comece a reparar nos textos e você vai perceber que a maioria das palavras não recebe acento gráfico. As regras de acentuação foram elaboradas de maneira a evitarmos a acentuação das palavras mais comuns na língua.

Publicidade

Não confunda acentuação gráfica com acentuação tônica. Toda e qualquer palavra tem acento tônico, isto é, uma sílaba que é pronunciada com mais força do que as outras, mas não é em todas as palavras que tal sílaba recebe acento gráfico. Isso vai depender das regras. Então, vamos a elas.

Primeiramente, é preciso saber que as pa­lavras se classificam de acordo com a posição da sílaba tônica:

Oxítonas – são as palavras cuja sílaba tônica é a última.

Publicidade

Paroxítonas – são aquelas em que a sílaba tônica é a penúltima.

Proparoxítonas – quando a sílaba tô­nica é a antepenúltima.

Há, ainda, os monossílabos (palavras de apenas uma sílaba), que podem ser átonos ou tônicos. Compare as frases: a) Ele nos viu; b) Nós voltaremos. Na primeira, note que “nos” é pronunciado de maneira átona, por isso a tendência é que o “o” seja lido como um “u”; já na segunda frase, temos um monossílabo tônico “nós”

Regras básicas

a) Proparoxítonas: como são as mais raras, todas levarão acento. É o caso de lâmpada, música, sábado, exército, gramática.

b) Oxítonas: são acentuadas as que terminam em:

  • a(s): sofá, marajás;
  • e(s): você, jacarés;
  • o(s): cipó, avôs;
  • em (ens): também, parabéns.

c) Paroxítonas: são acentuadas todas as palavras que terminam em:

  • i, is, us: táxi, lápis, bônus
  • ã, ão, um: órfã, sótão, álbum
  • r, x, l, n, ps: éter, tórax, fácil, pólen, bíceps
  • ditongo: colégio, água, série

d) E quanto aos monossílabos tônicos, são acentuados os terminados em:

  • a(s): lá, pás
  • e(s): fé, rés
  • o(s): dó, sós

Regras especiais de acentuação gráfica

Até aqui você conheceu as regras para acentuar a maioria das palavras existentes. Só com elas, é possível usar corretamente os acentos de quase todos os vocábulos. Agora, vamos ver alguns casos específicos: são regrinhas especiais que tomam por base determinados aspectos sonoros das palavras, e não a posição da sílaba tônica.

Você se lembra das regras sobre as oxítonas? Vimos que são acentuadas aquelas terminadas em “a”, “e”, “o”, “em”. Então, como podemos explicar a palavra “açaí” ou “baú” ou ainda “Tambaú”? Seriam exceções? Nada disso. Veja que “xixi” e “urubu” não levam acento, seguindo exatamente as regras. Então, qual é a diferença entre “urubu” e “baú”? Não são oxítonas terminadas em “u”? São, mas essa segunda é especial. Observe as regras a seguir:

Hiatos

Acentuam-se o I e o U, quando são a segunda vogal tônica de hiato, ou seja, quando essas letras aparecem sozinhas (ou seguidas de s) numa sílaba. Veja: sa-í-da, e-go-ís-mo, sa-ú-de, ba-ú, ba-la-ús-tre.

Observações:

  • Se junto ao I e U vier qualquer outra letra (na mesma sílaba), não haverá acento: Ra-ul, ru-im, ju-iz, sa-ir.
  • Se o I for seguido de nh, não haverá acento. É o caso de rainha, moinho, campainha.

Também não haverá acento se a vogal se repetir, como, por exemplo, em xiita.

Ditongos

a) Acentuam-se os ditongos abertos, orais e tônicos das palavras oxítonas terminadas em éis, éu, éus, ói, óis: papéis.

b) Com relação aos verbos terminados em guar, quar e quir, em algumas formas verbais, eles admitem duas pronúncias:

  • Se forem pronunciadas com a ou i tônicos, essas formas devem ser acentuadas: enxáguo, delínque.
  • Se forem pronunciadas com u tônico, essas formas deixam de ser acentuadas: en­xaguo, delinque.

c) O trema deve ser usado apenas em palavras estrangeiras: Müller

Acentos diferenciais

Como o nome diz, o acento diferencial ser­ve para marcar a diferença entre palavras que são escritas da mesma forma (homógrafas).

a) Primeiramente, vamos nos lembrar do acento que diferencia os verbos ter e vir (e seus derivados) no presente do indicativo, caso estejam na terceira pessoa:

  • ele tem – eles têm
  • ele vem – eles vêm
  • ele mantém – eles mantêm
  • ele intervém – eles intervêm
  • ele detém – eles detêm
  • ele provém – eles provêm

b) Há um caso de acento diferencial de timbre (aberto/ fechado): pode (verbo no presente) – pôde (verbo no pretérito)

c) Usa-se o acento circunflexo no verbo pôr para diferenciá-lo da preposição por, que não é acentuada.

Por: Wilson Teixeira Moutinho

Veja também: